Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 2 de julho de 2022
BANNER IMPRESSORAS
Busca
DIA DO PANTANAL

Investimentos do Estado levam tecnologia, dignidade e rompem isolamento no santuário ecológico

Governo do Estado em quase sete anos que somam mais de R$ 350 milhões somente em infraestrutura viária.

12 Nov 2021 - 13h45Por Portal do MS

Celebrado neste 12 de novembro como o Dia do Pantanal, a maior planície alagável do mundo enfrenta uma fase aguda de crise hídrica, contudo está em um processo acelerado de desenvolvimento ambiental, social e econômico com os investimentos do Governo do Estado em quase sete anos que somam mais de R$ 350 milhões somente em infraestrutura viária.

Programas de apoio à produção sustentável integram grandes e pequenos pecuaristas, mais de R$ 56 milhões foram destinados a reestruturação e capacitação no Corpo de Bombeiros para ações de controle e combate aos incêndios florestais e está em implantação neste santuário ecológico um dos maiores projetos de energia solar do mundo – o Ilumina Pantanal.
Para o governador Reinaldo Azambuja, a data deve ser referenciada como um novo pulsar de um ambiente frágil, capaz de recompor seus rios, campos e florestas com sua rica biodiversidade, que o torna um dos biomas mais preservados do planeta, e pelas mãos do homem pantaneiro. “Mesmo com a extrema seca, reduzimos os focos de incêndios e a área queimada este ano, motivos também para comemoração”, cita o governador.

Produção sustentável

O Dia do Pantanal foi criado em 2008, por resolução do Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente), para lembrar o dia da morte do ambientalista Francisco Anselmo de Barros, o Francelmo, que, em protesto contra a instalação de usinas hidrelétricas no Pantanal, ateou fogo ao próprio corpo durante ato no centro de Campo Grande, em 2005.
Em 2 de junho de 2020, o governador Reinaldo Azambuja sancionou a lei nº 5.518, criada pela Assembleia Legislativa, instituindo oficialmente, no âmbito de Mato Grosso o Sul, o Dia do Pantanal, que passou a integrar o calendário anual de eventos do Estado.

A planície pantaneira se estende por mais de 200 mil quilômetros quadrados dos territórios de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, que detém a maior porção. Pela importância para o meio ambiente, é considerado Patrimônio Natural da Humanidade e Reserva da Biosfera pela Unesco, que também lhe concedeu o título de Reserva da Biosfera, ratificado recentemente.
“A importância do Pantanal para Mato Grosso do Sul transcende o aspecto da ecologia. O governo, em parceria com os empresários e instituições que se ocupam da proteção ao Pantanal, trabalham para desenvolver alternativas econômicas que agreguem a importância da produção com a conservação da natureza”, destaca o secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck.

Maior programa de energia

O governo de Reinaldo Azambuja tem dedicado, nestes quase sete anos, uma atenção especial ao Pantanal e sua gente, levando programas como o Precoce MS, Carne Sustentável e Orgânica, riquezas que só a região produz e que têm a vantagem de não causar impacto ambiental, e investimentos na integração física e no desenvolvimento da região.

O governador lançou recentemente o “Ilumina Pantanal”, projeto que está levando energia elétrica para mais de cinco mil pessoas que vivem em áreas remotas até 2022, em parceria com o Ministério das Minas e Energia e Energisa. O investimento de R$ 134 milhões fortalecerá a pecuária tradicional, dinamizará o turismo e levará dignidade a quem vive nesse santuário.
A universalização energética abrange os municípios de Corumbá, Ladário, Aquidauana, Porto Murtinho, Coxim, Miranda e Rio Verde, com projeção de atender a 2.167 moradias. O projeto foi indicado a um dos maiores prêmios de inovação em geração solar do mundo: o Solar & Storage Live Awards 2021, que acontecerá entre os dias 23 e 25 de novembro em Birmingham, na Inglaterra.

Integrando os pantanais

Um dos maiores programas de infraestrutura rodoviária do Estado está sendo implantado no Pantanal, tirando a região de um isolamento secular. “Nenhum outro governo foi capaz de promover nossa integração”, afirma Luciano Leite, presidente do Sindicato Rural de Corumbá. Mais de 600 km de estradas serão implantados, dos quais 180 km já em execução.
Coordenado pelo secretário Eduardo Riedel, da Infraestrutura, o programa conta com recursos do Fundersul de R$ 350 milhões, incluindo abertura de estradas com revestimento primário, sistema de drenagem e pontes de concreto. A nova malha integrará os pantanais do Nabileque, Nhecolândia, Paiaguás e Taquari, nos municípios de Corumbá, Ladário, Coxim, Porto Murtinho, Aquidauana, Rio Verde, Miranda e Rio Negro.

A infraestrutura chegará aos maiores eixos rodoviários traçados na região, as MS-228 e MS-214, das quais se interligarão os demais troncos projetados no passado. Com a abertura de 200 km da MS-214, a partir de Coxim e a ligação com a ponte de concreto do Rio Taquari, se chegará à barranca do Rio São Lourenço, na divisa do Estado com Mato Grosso.
Esta semana, o secretário Eduardo Riedel anunciou mais dois trechos a serem implantados: 130 km de estrada, entre as fazendas Novo Horizonte (MS-228) e Baguari, integrando a região do Taquari, onde um dos maiores beneficiadores serão os pequenos produtores tradicionais das colônias. Em outro extremo, será aberta uma estrada de 22km, do Porto São Pedro (Serra do Amolar) a fazenda Ipiranga, e desta, ainda em estudo, até a MS-214.

Comunicação Subcom
Foto destaque: Edemir Rodrigues

Leia Também

Joilson Francelino, Seinfra AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo do Estado assina contrato para espaço múltiplo uso no Parque dos Poderes; veja como vai fica
PREDADOR IMPLACÁVEL
Pantanal: Tucano vai beber água em rio e acaba sendo devorado por jacaré
MELHOR ATENDIMENTO
AGEMS faz parceria com agência nacional para expandir fiscalização e melhorar atendimento
(Foto: Divulgação/Governo de MS) ESTRELA DO AQUÁRIO DO PANTANAL
Estrela do Aquário do Pantanal, Sucuri Gaby ganha 'dia de folga' e toma sol no Parque das Nações
Foto: Bruno Rezende AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Cadastro para grupo família e individual para visitar Bioparque esgota em menos de 12 horas
FOTO: OSULMATOGROSSENSE NO MS É ASSIM
VÍDEO: Pescador registra sucuri passando por debaixo do seu caiaque em MS
Foto: Edemir Rodrigues VANDALÍSMO
Revitalização do Parque dos Poderes é alvo de pichação em Campo Grande
RESTAURAÇÃO PATRIMÔNIO CULTURAL
MS investe R$ 5,8 milhões em obras de restauração do patrimônio cultural
ROAD SHOW ISTO É MS
Turismo do MS percorre cinco cidades de SP esta semana no 'Road Show Isto é MS'
TURISMO EM MIRANDA
Ação pretende fortalecer o turismo base comunitária em Miranda e celebra a Semana do Meio Ambiente