Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 5 de março de 2021
SADER_FULL
Busca
100 AULAS

Um mês após retorno, duas escolas fecharam turmas após casos de Covid-19 em Campo Grande

Dois professores e uma auxiliar testaram positivo para a doença

28 Out 2020 - 15h24Por Midiamax

Desde que as escolas particulares retornaram com as aulas presenciais há 36 dias, duas instituições suspenderam aulas presenciais após casos confirmados para , doença causada pelo coronavírus.

Conforme informado pela prefeitura, uma professora e uma auxiliar de professor de instituições diferentes testaram positivo para a doença. Além delas, outro infectado é um professor de educação física de outra escola. Porém, ele contraiu coronavírus durante a ‘Semana do Saco Cheio’ e não teria tido contato com alunos.

No caso das duas escolas que tiveram educadoras com a doença, as turmas com crianças que tiveram contato com as funcionárias precisaram ser suspensas. Após 10 dias, nenhum aluno apresentou sintomas e retornaram à aula presencial.

Assim, a prefeitura reforça que a  realiza fiscalização periódica para garantir o cumprimento das medidas de biossegurança contra o coronavírus.

Esta semana, com a liberação das aulas para o ensino fundamental, todos os níveis foram liberados. O retorno das crianças de até 5 anos ocorreu no dia 21 de setembro. Já os adolescentes do ensino médio puderam voltar a frequentas as escolas a partir do dia 19 de outubro. Por fim, alunos do fundamental irão retornar às aulas presenciais no dia 4 de novembro.

casos de Covid-19

Distanciamento é uma das regras que escolas devem cumprir. (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)

O retorno das aulas presenciais nas escolas particulares foi autorizado desde que as instituições cumpram algumas regras. Primeiro, é preciso assinar um termo de compromisso com a , onde o responsável afirma estar ciente das medidas e que irá cumpri-las.

Então, algumas regras foram estabelecidas para evitar o vírus:

  • Limite de 50% dos alunos para ensino fundamental e de 30% para demais níveis
  • Distanciamento mínimo de 5 metros para realização de aulas de educação física;
  • Uso de máscara facultativo para crianças de até 6 anos;
  • Deixar janelas abertas e evitar o uso de ar condicionado;
  • Crianças com secreções nas roupas terão que trocar de vestes;
  • Salas devem ser desinfectadas durante os intervalos e atividades externas;
  • Aferição de temperatura corporal;
  • O responsável por aferir a temperatura deve usar avental de manga longa, máscara e óculos ou protetor facial;
  • Funcionários devem manter o cabelo preso, unhas curtas e não utilizar adereços como brincos e anéis.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AQUISIÇÃO DE VACINA
Vicentina e 10 cidades do MS aderiram a consórcio para compra de vacina contra Covid-19
BOLETIM CORONAVÍRUS EM MS
Mulher de 39 anos está entre os óbitos das últimas 24h em Mato Grosso do Sul, veja o boletim
VAMOS PREVENIR
Igreja Adventista vota documento com orientações sobre cultos e reuniões
MS EM DESTAQUE
MS é o estado que mais aplicou as duas doses da vacina contra a Covid-19
NAVIRAI - 76 MORTES
Naviraí tem quinze dias de medidas restritivas e lockdown em dois fins de semana
CORONAVAC
Sexta remessa de vacinas são entregues nesta quinta pelas forças de segurança
ALERTA AOS JOVENS
O que está por trás da alta das internações de jovens com covid
BRASIL EM PÂNICO
Brasil tem novo recorde de mortes por covid em 24 horas: 1.910
Coronel Adib Massad, durante uma das visitas à Dourados. (Foto: Arquivo/O Progresso) LUTO NO MS
Morre aos 91 anos o coronel Adib Massad, lenda da segurança nas fronteiras de MS
100 TRÉGUA
Brasil registra 1.726 mortes em 24 horas e bate novo recorde na pandemia; total chega a 257,5 mil