Menu
SADER_FULL
sábado, 6 de março de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
+ VACINA

Saúde confirma remessa de vacina para terça

O ministro apresentou essa previsão de entrega de vacinas e até julho teremos perto de 200 milhões de doses entregues.

18 Fev 2021 - 10h40Por Campo Grande News

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, confirmou nesta tarde, que o País todo receberá nova remessa de vacinas contra a covid-19 a partir da próxima semana, iniciando no dia 23 de fevereiro, a próxima terça-feira. A informação foi dada a governadores em reunião virtual nesta tarde.

"O ministro apresentou essa previsão de entrega de vacinas e até julho teremos perto de 200 milhões de doses entregues. Assim que recebermos o calendário fechado vamos disponibilizar aos 79 municípios de Mato Grosso do Sul para que a nossa população possa acompanhar o recebimento", destacou o governador Reinaldo Azambuja (PSDB ) após a reunião virtual.

Conforme o secretário de Saúde de Mato Grosso do Sul, Geraldo Resende, que acompanhou a conversa ao lado do governador, o quantitativo de doses ainda não foi decidido. O compromisso, diz Resende, é de que essa decisão saia ainda hoje.

Ainda de acordo com o titular da pasta da Saúde, a estratégia para a vacinação com a nova remessa está em definição.

Existe questionamento se as doses serão usadas para concluir o ciclo de imunização, que prevê duas etapas, ou para ampliar o grupo de pessoas protegidas contra a doença.

Ampliação - A tendência, informou o secretário, é que se priorize a continuidade da aplicação da primeira dose da vacina em pessoas com 80 anos e também nos profissionais da saúde e imunizar profissionais de saúde, principalmente aqueles a partir de 60 anos...

Em cidades pequenas, onde a população mais idosa já  está protegida, as prefeituras podem definir estratégias diferentes, disse Resende.

Em Campo Grande, a vacinação parou no domingo, por falta de doses, e a população com mais de 80 ainda não foi toda protegida contra a doença, que tem risco de ser fatal.

De acordo com o secretário, assim como da primeira remessa de vacinas, haverá distribuição para os estados simultaneamente.

O governo sinalizou importação de 4 milhões de doses da vacina da AstraZeneca, produzidas na Coreia, e ainda distribuição de 9 milhões da vacina do Butantã”, afirmou Geraldo Rezende.

Anúncio – Em material distribuído pelo ministério da Saúde, o ministro Eduardo Pazuello, mostrou que, do final de fevereiro até julho, serão distribuídas aos estados mais de 230,7 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19, que garantem a continuidade da vacinação da população brasileira de forma igualitária e gratuita.

“Totalizaremos até 31 de julho quase 231 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19, ou seja, o suficiente para dar tranquilidade de proteção à população contra essa doença", afirmou o ministro segundo a assessoria.

As próximas entregas aos estados acontecem ainda em fevereiro: serão 2 milhões de doses da AstraZeneca/Fiocruz, importadas da Índia, e 9,3 milhões da Sinovac/Butantan, produzidas no Brasil. Em março, a pasta também aguarda a chegada de 18 milhões de doses da vacina do Butantan e mais 16,9 milhões da vacina da AstraZeneca. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORONAVÍRUS NO MS
Trabalho da SES possibilita habilitação de 115 leitos de UTI-Covid em MS
NA LUTA PELA VIDA
Sertanejo campo-grandense Paulo Sérgio está internado em estado grave com coronavírus
100 UTI = OBITO
Ministério da Saúde prevê 3 mil mortes por dia por covid-19 nas próximas duas semanas
PICO DA PANDEMIA
SES registra 23 novos óbitos por Covid, e MS já acumula 3.416 vidas perdidas
TRISTEZA NA FAMILIA
'Não tem UTI,amo vcs':a história por trás do tuíte viral que revela mensagens de mãe morta por covid
CORONAVIRUS EM JUTI
Com alta ocupação de leitos em MS, Juti proíbe até reuniões familiares
FÁTIMA DO SUL - VACINAÇÃO CONTRA COVID
Idosos a partir de 75 anos começam ser vacinados nesta sexta-feira em Fátima do Sul
AQUISIÇÃO DE VACINA
Vicentina e 10 cidades do MS aderiram a consórcio para compra de vacina contra Covid-19
BOLETIM CORONAVÍRUS EM MS
Mulher de 39 anos está entre os óbitos das últimas 24h em Mato Grosso do Sul, veja o boletim
VAMOS PREVENIR
Igreja Adventista vota documento com orientações sobre cultos e reuniões