Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 16 de janeiro de 2021
Busca
SEM CONTROLE

Puxado por EUA, mundo tem recorde de mortes por Covid

Foram 4.327 óbitos no país mais afetado pela pandemia e 17.186 em todo o planeta nas últimas 24 horas, aponta balanço da Universidade Johns Hopkins.

13 Jan 2021 - 14h04Por G1

Puxado pelos Estados Unidos, o mundo registrou na terça-feira (12) novo recorde de mortes pelo novo coronavírus, aponta balanço da Universidade Johns Hopkins.

Foram 4.327 óbitos no país mais afetado pela pandemia e 17.186 em todo o planeta. Os recordes anteriores eram de 4.195 mortes nos EUA (7 de janeiro) e 15 mil no mundo (30 de dezembro).

Foi o quarto recorde de vítimas da Covid-19 nos últimos oito dias nos EUA, que também confirmou mais de 215 mil novos casos (o recorde de 302 mil infectados foi registrado no dia 2).

Os EUA são o país mais afetado pela pandemia, com mais de 380 mil óbitos e 22,8 milhões de casos confirmados até o momento.

Na sequência vêm Brasil (204 mil mortes e 8,1 milhões de casos) e Índia (151 mil e 10,4 milhões, respectivamente).

O Brasil registrou uma média de 54 mil novos casos confirmados nos últimos 7 dias, o maior número desde o início da pandemia (veja mais abaixo).

Ao todo, são quase 2 milhões de mortes pelo novo coronavírus em todo o mundo e mais de 91 milhões de infectados.

Número de casos e mortes por Covid-19 em todo o mundo segundo a Johns Hopkins  Foto: Reprodução/jhu.edu

Número de casos e mortes por Covid-19 em todo o mundo segundo a Johns Hopkins — Foto: Reprodução/jhu.edu

Vacinação contra a Covid

Os Estados Unidos são o país que mais aplicou vacinas contra a Covid-19 no mundo (9,33 milhões de doses), segundo o Our World in Data, ligado à Universidade de Oxford.

Em seguida vêm China (9 milhões), Reino Unido (2,84 milhões) e Israel (1,93 milhões). Ao todo, foram aplicadas quase 30 milhões de doses em todo o mundo, aponta o levantamento.

Proporcionalmente, Israel é o país que mais aplicou doses em relação à população (22,3%). Na sequência vêm Emirados Árabes Unidos (12,9%), Bahrein (5,7%) e Reino Unido (4,2%).

Recorde de casos no Brasil

Segundo país com mais mortes e terceiro em infectados, o Brasil registrou 1.109 óbitos e 61.660 casos confirmados nas últimas 24 horas, segundo o consórcio de veículos da imprensa.

Com isso, a média móvel de mortes no país nos últimos 7 dias foi de 993, alta de 49% na comparação com a média de 14 dias atrás.

Catorze estados estão com alta no número de óbitos e, pelo quinto dia consecutivo, nenhum apresenta queda de mortes.

Já a média móvel de casos foi de 54.784 novos diagnósticos diários, alta de 51% em duas semanas e um novo recorde desde o início da pandemia.

Crescimento das médias móveis de mortes e de casos de Covid no país continua acelerado

Crescimento das médias móveis de mortes e de casos de Covid no país continua acelerado

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORONAVÍRUS NO MS
Mais 13 óbitos e 1.316 exames positivos de Covid-19 nas últimas 24h em MS
IVINHEMA - EM LIVE
Com muita falta de ar, prefeito com covid chora e diz que vai tomar medidas mais pesadas em Ivinhema
CORONAVÍRUS NO MS
Edição extra Diário Oficial traz editais do processo seletivo para contratação de médico plantonista
CORONAVÍRUS NO MS
Municípios de MS já estão cadastrados nos sistemas de vacinação do Ministério da Saúde
ATENÇÃO DOADORES
Com estoque em 14%, Hemosul convoca doadores de O- e outras tipagens sanguíneas
MS - 2.648 MORTES
Sem vacina, MS soma 23 novas mortes da covid e secretário pede consolo a Deus
DESESPERO EM MANAUS
Médicos e familiares de pacientes descrevem colapso com falta de oxigênio em Manaus; leia relatos
LUTO - DIOCESE DOURADOS
Padre Vilmo morre em Dourados vítima da Covid
MANAUS EM COLAPSO
Polícia apreende caminhão com 33 cilindros de oxigênio em Manaus
CORONAVÍRUS EM MS
EM TEMPO REAL: População pode conferir a atual situação de ocupação de leitos em MS, veja