Menu
SADER_FULL
quinta, 29 de outubro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
NOTICIA BOA

Pela 1ª vez, MS registra queda na média móvel de mortes e casos de coronavírus

Levantamento é do consórcio de imprensa que monitora casos pelo país

23 Set 2020 - 15h48Por Midiamax

 registrou pela primeira vez uma queda significativa na média de mortes e casos por coronavírus. O levantamento foi divulgado pelo consórcio dos veículos de imprensa, que monitora os casos de Covid-19 pelo país. Os dados divulgados levam em conta a média de mortes nos últimos sete dias, em comparação com a média registrada 14 dias atrás. 

De acordo com dados divulgados pelo consórcio de imprensa,  registrou uma queda de 18% na média móvel. A média móvel é a média de casos ou mortes nos últimos sete dias no estado. Para calcular, é preciso somar o número de casos com os dos seis dias anteriores. 

Boa notícia: Pela 1ª vez, MS registra queda na média móvel de mortes e casos de coronavírus

Fonte: Consórcio de Veículos de Imprensa

Para saber a tendência, é preciso calcular a variação percentual das médias móveis em um intervalo de 14 dias. Segundo o consórcio de imprensa, se a variação for de até 15%, é considerado estável. Se for acima de 15% positivos, está em crescimento. Se for mais de 15% negativos, está em queda.

A queda na média móvel é significativa, já que  estava com a curva de transmissão em estabilidade. Nesta semana, o secretário estadual de saúde,  comentou que MS está há cerca de nove semanas no platô da pandemia. A queda na média móvel pode ser um indicativo de que o número de casos e mortes por Covid-19 em MS pode enfim começar a cair. 

Após pico, número de casos e mortes deve diminuir em MS

Outro dado positivo para MS é que a curva de transmissão pode passar por queda já a partir desta quarta-feira (22). Professores da  (Universidade Federal de ) divulgaram um novo estudo matemático que aponta a redução de 22,06% na média móvel de novos casos de Covid-19 em MS.

Estudo matemático foi realizado pelos professores Erlandson Saraiva e Leandro Sauer, que apontam que o pico da pandemia de Covid-19 em MS é esperado para esta quarta-feira (22). “Ou seja, a partir de quarta é esperado que o número médio de pessoas infectadas comece a reduzir. Além disso, as projeções não indicam a possibilidade de colapso do sistema público de saúde”, afirmam.

A quantidade de pacientes internados em leitos clínicos reduziu de 271, em 14 de setembro, para 240 na data de ontem (21) e a quantidade de pacientes internados em UTIs reduziu de 230 para 219 no mesmo período. Segundo cálculo feito pelos pesquisadores, o valor da média móvel do número de casos confirmados em 21 de setembro é 660,71, contra 847,71 há sete dias, redução de 22.06%.

Já com relação ao número de óbitos, houve redução de 25,56% dos valores das médias móveis, saindo de 17,57 há 21 dias para 13,43 nessa última segunda-feira.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MUNDO - 1.1 MILHÃO DE MORTOS
Mundo registra mais de meio milhão de casos da Covid-19 em apenas um dia e bate novo recorde
ANTICORPOS
Bebê nasce com anticorpos contra covid-19
MS - 1.581 MORTES
MS registra 410 novos casos de covid-19 em 24 horas e secretário reforça atenção para dia de Finados
VAGAS DE EMPREGO
Governo do Estado divulga resultado de seletiva Simplificado para contratação de médicos legistas
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa deposita auxílio emergencial nesta 5ª feira para nascidos em novembro
FOI MAL
Bolsonaro recua e revoga decreto que facilita privatização dos postos do SUS
90% RECUPERADOS
Brasil tem 158,4 mil mortes por covid-19 desde início da pandemia
PANDEMIA
Dourados registra 85 casos de Covid e mantém alta em média de confirmações
COVID-19 EM BONITO
Após receber multidão de turistas, MPE recomenda medidas para evitar aglomerações em Bonito
100 AULAS
Um mês após retorno, duas escolas fecharam turmas após casos de Covid-19 em Campo Grande