Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 16 de janeiro de 2021
Busca
BRASIL - 165.813 MORTES

O país registrou 138 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas até as 20h de domingo.

Casos e mortes por coronavírus em 16 de novembro, segundo o consórcio de veículos de imprensa (atualização das 8h)

16 Nov 2020 - 11h48Por G1

O Brasil tem 5.860.636 casos e 165.813 mortes por coronavírus confirmados até as 8h de desta segunda-feira (16), segundo o consórcio de veículos de imprensa.

  • Mortes: 165.813
  • Casos: 5.860.636

O último balanço consolidado, divulgado às 20h de domingo (16), registrava 165.811 mortes e 5.860.590 casos. Desde então, Goiás divulgou novos dados

Médias móveis de casos e mortes estão em alta

O país registrou 138 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas até as 20h de domingo. Com isso, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 491, voltando a se aproximar da casa dos 500. A variação foi de +22% em comparação à média de 14 dias atrás, indicando tendência de alta nas mortes por Covid, algo que não acontecia desde 4 de junho.

Em casos confirmados, foram 12.489 em 24 horas até as 20h de domingo. A média móvel foi de 28.576 novos diagnósticos por dia, uma variação de +41% em relação aos casos registrados em duas semanas. Ou seja, indica tendência de alta em relação aos últimos 14 dias.

Treze estados mais o Distrito Federal apresentaram alta na média móvel de mortes: Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Espírito Santo, São Paulo, Distrito Federal, Mato Grosso, Acre, Amapá, Rondônia, Roraima, Tocantins, Pernambuco e Rio Grande do Norte.

Vale ressaltar que há estados em que o baixo número médio de óbitos pode levar a grandes variações percentuais. Em RR, por exemplo, que teve o maior indicativo de aumento, a média móvel de mortes saltou de 0 para 2 em duas semanas, resultando em alta de 1.000%. No RN a média estava em 2 e mudou para 6, resultando em aumento de 121%. Diferentes do PR, que estava com a média em 17 e agora tem 47 mortes por dia, alta de 172%. Os dados de médias móveis são, em geral, em números decimais e arredondados para facilitar a apresentação dos dados.

Brasil, 15 de novembro

  • Total de mortes: 165.811
  • Registro de mortes em 24 horas: 138
  • Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 491 por dia (variação em 14 dias: +22%)
  • Total de casos confirmados: 5.860.590
  • Registro de casos confirmados em 24 horas: 12.489
  • Média de novos casos nos últimos 7 dias: 28.576 por dia (variação em 14 dias: +41%)

(Antes do balanço das 20h, o consórcio divulgou dois boletins parciais, às 8h, com 165.677 mortes e 5.848.155 casos; e às 13h, com 165.696 mortes e 5.851.239 casos confirmados.)

Estados

  • Subindo (13 estados +DF): PR, RS, SC, ES, SP, DF, MT, AC, AP, RO, RR, TO, PE e RN
  • Em estabilidade, ou seja, o número de mortes não caiu nem subiu significativamente (7 estados): RJ, GO, MS, PA, BA, PB e PI
  • Em queda (5 estados): AM, AL, CE, MA e SE
  • Não divulgou: (1 estado): MG

Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás (entenda os critérios usados pelo G1 para analisar as tendências da pandemia).

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORONAVÍRUS NO MS
Municípios de MS já estão cadastrados nos sistemas de vacinação do Ministério da Saúde
ATENÇÃO DOADORES
Com estoque em 14%, Hemosul convoca doadores de O- e outras tipagens sanguíneas
MS - 2.648 MORTES
Sem vacina, MS soma 23 novas mortes da covid e secretário pede consolo a Deus
DESESPERO EM MANAUS
Médicos e familiares de pacientes descrevem colapso com falta de oxigênio em Manaus; leia relatos
LUTO - DIOCESE DOURADOS
Padre Vilmo morre em Dourados vítima da Covid
MANAUS EM COLAPSO
Polícia apreende caminhão com 33 cilindros de oxigênio em Manaus
CORONAVÍRUS EM MS
EM TEMPO REAL: População pode conferir a atual situação de ocupação de leitos em MS, veja
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa libera saque da última parcela do auxílio emergencial a aniversariantes em julho
VACINA NO MS - CORONAVÍRUS
SES faz reunião para tratar sobre logística da chegada da vacina contra Covid-19 em MS
ABONO
Empresa vai pagar R$ 200 para funcionário que tomar vacina contra Covid-19