Menu
SADER_FULL
quarta, 28 de julho de 2021
Busca
CORPO DE BOMBEIROS

Novo quartel dos Bombeiros em Santa Rita diminui tempo de socorro em 1 hora

Além de dar mais agilidade no socorro, novo quartel faz dois atendimentos à população

20 Jul 2021 - 12h52Por Portal do MS

Com 17 militares, um caminhão de incêndio e uma ambulância, o quartel do Corpo de Bombeiros Militar em Santa Rita do Pardo foi inaugurada nesta terça-feira (20) pelo governador Reinaldo Azambuja. Mas antes mesmo de ser entregue, a unidade já fez dois atendimentos à população: combate a incêndio florestal e socorro a um cidadão.

Oficialmente, o telefone 193 foi ativado na cidade a meia noite de hoje (20), mas ontem à noite (19), antes do número começar a funcionar, os militares foram chamados para dois tipos de serviço, conforme explica o tenente-coronel Leandro Arruda. “Foram duas ocorrências: um incêndio na área rural, em uma mata próxima, e o atendimento especializado a um homem que estava com crise de ansiedade e foi levado para a unidade de saúde”, revela.

Para o militar, com a ativação do serviço militar na cidade as ocorrências vão surgir naturalmente. “Existia uma demanda reprimida e a própria comunidade dava um jeito. Agora, os atendimentos vão ocorrendo de forma natural, desde ataques de abelhas aos incêndios florestais”, exemplifica.

O quartel dos Bombeiros em Santa Rita do Pardo foi construído por meio de parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura Municipal. Antes da unidade, militares de Bataguassu atendiam a cidade, o que dava um tempo resposta de até uma hora. Agora, o serviço militar da mais segurança à população das áreas urbana e rural.

Ao todo, R$ 1,8 milhão foi investido na ativação dos bombeiros na cidade. O recurso é oriundo de verba indenizatória da Cesp (Companhia Energética de São Paulo). A Prefeitura aplicou R$ 150 mil no terreno, R$ 685,8 mil na edificação do prédio, R$ 780 mil na aquisição de uma viatura ABTF e R$ 263 mil em uma viatura UR.

Em contrapartida, o Governo do Estado garantiu o efetivo de 17 bombeiros militares e o custeio da 2ª Seção de Bombeiros de Santa Rita do Pardo (2ª SB), subordinada ao 17º Subgrupamento de Bombeiros Militar de Bataguassu (17ºSGBM).

Conforme o tenente-coronel Arruda, a unidade dos Bombeiros em Santa Rita vai facilitar o atendimento à população de cerca de 7,9 mil pessoas (IBGE 2020), melhorando o tempo resposta e o deslocamento nas ocorrências e atividades de fiscalização.

Prédio

Com 355,43 m³ de área construída, a sede da 2ª SB/17º SGBM possui alojamentos (masculino, feminino e de oficiais), cozinha, área de serviço, pátio/garagem para viaturas, depósito, sala de comando, sala rádio, administração, recepção e banheiros. Todo o mobiliário do quartel foi adquirido com recursos de R$ 1 milhão.

De acordo com o plano de expansão do Corpo de Bombeiros, novos quartéis devem ser instalados em Bonito, Bela Vista, Anaurilândia e Rio Brilhante. Além de Campo Grande, o Corpo de Bombeiros Militar atua estrategicamente em 25 municípios do Estado.

Bruno Chaves, Subcom
Fotos: Edemir Rodrigues

Deixe seu Comentário

Leia Também

BOLETIM CORONAVÍRUS FÁTIMA DO SUL - EFEITO VACINA
Fátima do Sul tem apenas 01 Bairro e a área Central com pessoas infectadas com coronavírus
COVID-19
Em dia de aumento de casos Brasil tem 1.333 óbitos por Covid - 19 nas últimas 24 horas
VACINA LUGAR DE VACINA É NO BRAÇO
VACINA NO BRAÇO: Avanço da vacinação contribui para estabilidade da Covid em MS
LUTO FÁTIMA DO SUL - FÁTIMA DO SUL - BOLETIM COVID19
Em 07 dias, mais 01 óbito e 08 casos de Covid são confirmados em Fátima do Sul
VACINAÇÃO COVID
Adolescentes entre 12 e 17 anos serão incluídos na vacinação contra Covid, veja como será
AÇÕES DO GOVERNO MS
Regionalização da Saúde avança com novos hospitais em 10 cidades de MS
COMÉRCIO LIVRE
MS libera todas atividades durante pandemia
INVERNO
Onda de frio deixa temperaturas entre 4°C e 20°C em Mato Grosso do Sul
Frio de gelar os ossos chega a MS e há possibilidade de geada no sul do estado (G1) FRIO INTENSO
Frio intenso com geadas e temperatura de até -5° entre quarta e sexta em MS
COVID-19
Riedel pede que foco seja os números positivos após redução de óbitos por covid em MS