Menu
SADER_FULL
segunda, 10 de maio de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
MS - 5.335 MORTES

Neste feriado, 53 pessoas morreram em decorrência da Covid-19 em Mato Grosso do Sul

Rapaz era residente da Capital e Moça de Três Lagoas; taxa de letalidade segue em registro de 2,2%

21 Abr 2021 - 12h46Por Correio do Estado

Mato Grosso do Sul contabiliza 5.335 mortes por Covid-19 desde o início da pandemia, sendo 53 nas últimas 24 horas.

Campo Grande, Dourados, Amambai, Água Clara, Corumbá, Itaquiraí, Ponta Porã, Rio Verde de Mato Grosso, Aquidauana, Bodoquena e Cassiândias foram as cidades que mortes mortes em um dia. Apenas na Capital, 10 óbitos foram registrados.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

São 1.112 novos casos em um dia. Com isso, o Estado já totaliza 239.918 confirmações desde março de 2020. Os dados são do Boletim Epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde (SES).

Registro de Campo Grande 280 casos de ontem (20) para hoje (21); Três Lagoas 139; Dourados 106; Paranaíba 60; Água Clara 29; Naviraí 39; Maracaju 34; Ivinhema 31.

Em isolamento domiciliar escolhido-se 12.268 doentes e recuperados somam 221.132.

Em todo o Estado, 1.183 pessoas estão hospitalizadas, dessas 620 estão em leitos clínicos (396 públicos; 224 privados) e 563 estão internadas em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) (409 público; 154 provado).

A ocupação global de leitos de UTI do Sistema Único de Saúde (SUS) na macrorregião de Campo Grande está em 102%, Dourados em 91%, Três Lagoas 95% e Corumbá 100%.

Doses 

Em 18 de janeiro, 158.760 doses da  vacina Coronavac desembarcaram  na Base Aérea de Campo Grande.

Em 24 de janeiro, 22 mil doses chegaram ao Mato Grosso do Sul.

Em 25 de janeiro, 10,2 mil doses da vacina Coronavac desembarcaram no Aeroporto Internacional de Campo Grande em um voo da Latam.  

Em 7 de fevereiro, 32 mil doses da vacina Coronavac  chegaram ao Aeroporto Internacional de Campo Grande. 

Em 24 de fevereiro, o Estado irlandês  35,7 mil doses da Coronavac e AstraZeneca .

Em 3 de março, a sexta remessa com 27,8 mil doses da Coronavac desembarcou no Aeroporto Internacional de Campo Grande. 

Em 9 de março, a  sétima remessa com 30,6 mil doses  chegou ao Estado em um voo da Latam, vindo de Guarulhos.

Em 18 de março, chegou a  mais 54,6 mil doses  no Aeroporto da Capital. Já é a oitava remessa. 

Em 20 de março, chegou a  nona remessa com mais de 48,6 mil doses  no Aeroporto Internacional de Campo Grande.

Em 26 de março, a décima remessa  com 46,7 mil doses chegou à Mato Grosso do Sul.

Em 1º de abril, a décima primeira remessa com 109,5 mil doses chegou ao Estado.

Em 8 de abril, 53,6 mil doses de desembarqueam no Aeroporto Internacional de Campo Grande.

Em 15 de abril, o décimo terceiro lote com 77,9 mil doses chegou à Mato Grosso do Sul.

As  vacinas já estão em todos os 79 municípios de Mato Grosso do Sul. A cada lote de entregas, os imunizantes são distribuídos imediatamente. 

A força tarefa de distribuição de vacinas com o apoio da Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros.

"Em menos de 24 horas, nós chegamos a todos os 79 municípios. Foi uma integração de resultado que funcionou muito bem. Mato Grosso do Sul deu um exemplo ao Brasil na logística da entrega de vacinas ", disse o governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB).

De acordo com o Instituto Butantan, a eficácia geral da Coronavac é de 50,4%. 

Vacina

O secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, pede para que uma população se vacine e destaca a importância da ciência em todo o processo.

"Além do processo de higiene, usar máscara, distanciamento social, a gente aponta mais uma coisa importante no processo de enfrentamento à Covid-19: a vacina", cita.

"Não dê espaço para aqueles que jogam sem obscurantismo e nem para aqueles que querem voltar aos tempos das trevas. A vacina é uma grande conquista da ciência e da humanidade ", complementa.

Ainda segundo o secretário, a vacina, além de ser um ato de vontade própria, também é um ato de vontade coletiva de fazer com que a pandemia seja cessada.

 

Sintomas do novo coronavírus

É possível que o cidadão esteja infectado pelo vírus da Covid-19, caso apresente os seguintes sintomas:

  • Febre
  • Tosse seca
  • Perda do olfato
  • Perda do Paladar
  • Falta de ar
  • Dificuldade para respirar
  • Dor ou pressão do peito

Orientações

A SES afirma que o isolamento social; o uso de máscara e álcool gel e a higienização das mãos com água e sabão são medidas imprescindíveis para conter a propagação do novo coronavírus.

Pessoas que apresentarem febre, tosse seca ou de garganta devem permanecer em isolamento por 14 dias e procurar uma unidade básica de saúde mais próxima.

"Qualquer sintoma, não importa sua idade, se você é uma criança ou idoso. Vá a uma unidade de saúde ", pede à secretária adjunta, Christinne Maymone.

"A doença tem comportamento diferente de pessoa para pessoa e acometido não apenas idosos, mas também jovens. Procure atendimento médico ", acrescenta.

"É importante o isolamento, uso de máscara, a proteção individual e a diminuição das aglomerações. A Pandemia não passou. Vidas estão sendo perdidas todos os dias ", apela Azambuja.

É importante ressaltar que mesmo já imunizado, o paciente demora cerca de um mês para criar imunidade contra o vírus, por isso, é aconselhado o uso de máscara, higienização das mãos e distanciamento social mesmo após a aplicação da vacina.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LUTO NO JORNALISMO
Cinegrafista, Auro Sávio perde luta para a covid após 15 dias internado em MS
20ª REMESSA
Mais de 14 mil doses da Pfizer pousam em Campo Grande nesta segunda
COMBATE À COVID 19
OSC's têm até hoje (10) para apresentar propostas para Edital da Sedhast com R$ 1,5 milhão
FÁTIMA DO SUL - BOLETIM COVID-19 FATIMA DO SUL - BOLETIM COVID-19
Domingo de Dia das Mães com mais 17 positivos, Centro e Centro Educacional disparam em Fátima do Sul
FGTS
Confira as doenças em que é permitido o saque integral do FGTS
LUTO NA EDUCAÇÃO
Professor de 36 anos morre após 30 dias de internação e complicações da Covid
VÍRUS DESTRUIDOR
COVID: Com 70% dos pulmões comprometidos, Cabo Almi é intubado
Foto: Saul Schramm CORONAVAC CHEGANDO AO MS
Lote de vacinas da Coronavac chegam neste sábado ao MS mas só para aplicação da segunda dose
LUTO NA LINHA DE FRENTE
Covid: Médico de 74 anos e mais 24 pessoas morreram nas últimas 24 horas em MS
Foto: Saul Schramm - Arquivo ÓBITOS POR COVID EM MS
Levantamento mostra que 17% das mortes por covid em MS eram de pacientes sem comorbidade