Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 20 de janeiro de 2021
Busca
ALERTA VERMELHO

Naviraí entra na pior faixa de risco para Covid-19

Os municípios de Dois Irmãos do Buriti e Naviraí aparecem na escala de cor cinza, pior grau de risco para contaminação da covid-19 em Mato Grosso do Sul

3 Dez 2020 - 15h05Por Campo Grande News

Os municípios de Dois Irmãos do Buriti e Naviraí aparecem na escala de cor cinza, pior grau de risco para contaminação da covid-19 em Mato Grosso do Sul, de acordo com o Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança da Economia). A Capital voltou para a bandeira vermelha.

A escala aponta para grau extremo, indicando que estes municípios autorizem somente o funcionamento de atividades essenciais. 

Porto Murtinho, que estava na bandeira cinza no último levantamento, divulgado dia 19 de novembro, está na cor laranja. 

BANDEIRA VERMELHA

Campo Grande piorou no quadro avaliado pelo governo do Estado, passando da cor laranja para vermelho, quando há grau alto de contaminação, permitindo somente as atividades essenciais e não essenciais de baixo risco. 

De acordo com o Prosseguir, 23 municípios pioraram o grau de risco, 44 permaneceram estáveis e 23 melhoraram. “Estamos nos esforçando para estruturar o sistema de Saúde e orientar os prefeitos sobre as medidas necessárias para melhora desses indicadores. Não podemos relaxar, especialmente agora, próximo às férias e festas de fim de ano, período em que o número de casos tende a aumentar”, alertou Eduardo Riedel, secretário de Governo e Gestão Estratégica.

O mapa apresenta 13 municípios na faixa de risco tolerável (bandeira amarela), 44 no grau médio (laranja), 22 no grau de alto risco (bandeira vermelha) e dois na faixa de risco extremo (bandeira cinza).

O programa avalia indicadores municipais relacionados à disponibilidade de leitos de UTI, quantidade de EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual), busca por contatos de casos confirmados, redução da mortalidade por covid-19, disponibilidade de testes, incidência na população indígena, redução de casos entre profissionais da saúde, redução de novos casos, necessidade de expansão de leitos e situação de fronteira com país ou divisa com Estado que tenha aumento de casos.

 

Com os dados em mãos, o governo do Estado encaminha recomendações para as prefeituras e a distribuição das atividades econômicas por faixa de risco.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VACINA NO MS - CORONAVÍRUS
Primeiros imunizados contra Covid-19 relatam emoção e encorajam população
O BOTICÁRIO
O Boticário transforma plástico reciclado para melhorar a estrutura de escolas em todo o Brasil
VACINAÇÃO
Em menos de 24h, MS distribui vacinas e municípios já estão autorizados a vacinar contra Covid-19
TIRE SUAS DÚVIDAS
VACINA: Especialistas explicam funcionamento e eficácia das vacinas virais no organismo
VACINA NO MS - CORONAVÍRUS
Prefeitos já se planejam para vacinação nas aldeias e elogiam ações do Estado no combate à pandemia
VACINA NO MS - CORONAVÍRUS
Momento histórico: Governo do Estado realiza primeira vacinação contra a Covid-19
VACINA NO MS - CORONAVÍRUS
Governador Reinaldo Azambuja oferece 10 UTIs de covid para Manaus, que vive colapso na saúde
VACINA NO MS - CORONAVÍRUS
Vacina chega a Mato Grosso do Sul e distribuição aos municípios começa ainda hoje
LUTO FÁTIMA DO SUL - FÁTIMA DO SUL - LUTO
Fátima do Sul confirma 02 óbitos nas últimas 24h, confira o boletim
VACINA CHEGANDO NO MS
Governo do Estado vacina primeiros três sul-mato-grossenses nesta segunda-feira