Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 4 de junho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
DENGUE

MS registra mais 3 mortes e total de casos de dengue supera os 57 mil

Em uma semana, foram registradas mais 1.780 pessoas com a doença; SES aponta que curva de contágio está em queda

21 Mai 2020 - 09h42Por Midiamax

Mato Grosso do Sul registrou nos últimos 7 dias mais 3 mortes por dengue, além de 1.780 pessoas que contraíram a doença. Com isso, o total de infectados até a 20ª semana de acompanhamento chegou a 57.924, mantendo o Estado na segunda posição nacional em incidência de dengue, segundo informou a SES (Secretaria de Estado de Saúde).

Das três novas mortes, duas foram relatadas em Dourados –a 233 km de Campo Grande. Tratam-se de um homem de 46 anos, que também sofria de hipertensão e apresentou sintomas em 15 de abril (falecendo quatro dias depois); e uma menina de 10 anos que manifestou a doença no dia 3 de maio e veio a óbito no dia 8.

A terceira morte foi registrada na Capital. Um homem de 67 anos, também com histórico de hipertensão, apresentou sintomas no dia 5 e faleceu no dia seguinte.

Dos 37 óbitos registrados neste ano, 23 pacientes tinham comorbidades (caso daqueles com hipertensão). Ao todo foram registradas 8 mortes em janeiro, 8 em fevereiro, 11 em março, 6 em abril e, até agora, 4 em maio.

Campo Grande teve 7 mortes, ante 4 registrada em Corumbá; 3 em Dourados e Naviraí; 2 em Chapadão do Sul, Caarapó e Mundo Novo; e 1 em Aquidauana, Bodoquena, Pedro Gomes, São Gabriel do Oeste, Costa Rica, Cassilândia, Paranaíba, Sidrolândia, Nova Andradina, Itaporã, Ponta Porã, Laguna Caarapã, Itaquiraí e Sete Quedas.

Alta incidência

Todos os municípios do Estado se encontram em alta incidência de dengue, conforme a SES. A situação é qualificada quando a presença da doença supera 300 notificações a cada grupo de 100 mil habitantes. A incidência em Mato Grosso do Sul é de 2.020,3 por 100 mil, ou seja, quase sete vezes maior.

No entanto, alguns municípios do Estado mantêm incidência ainda maior. É o caso de Novo Horizonte do Sul, novamente a cidade com mais notificações em relação à população: foram 241 para os 3,8 mil habitantes, incidência de 6.318,8 –21 vezes acima da quantidade para se considerar de alta presença. Douradina (6.264,2 por 100 mil) e São Gabriel do Oeste (6.264,2) também têm incidência acima de 6 mil.

Em Campo Grande, com 12.103 notificações e 895.982 habitantes, a taxa é de 1.350,8 por 100 mil (4,5 vezes o mínimo para ser considerada de alta incidência). As menores incidências ocorrem em Terenos (311,8), Selvíria (398,2) e Aparecida do Taboado (411,7).

O volume de casos de dengue, por sua vez, cresceu 3,17% em relação à 19ª semana, com resultados divulgados no dia 13, quando foram notificados 56.144 casos no Estado. Apesar de a doença ainda avançar, os dados da SES indicam que a curva de contágio começou a desacelerar. Em comparação com informações de 2019, o volume de doentes cai, enquanto neste mesmo período do ano passado havia uma disparada nos casos.

A maioria dos casos notificados está concentrada entre mulheres (56,2% do total de pacientes). Dentre as faixas etárias, o grupo de 20 a 29 anos representa 19,51% dos doentes; o de 30 a 39 anos, 17,75%. e o de 10 a 19, 16,61%.
Também representam quantia considerável entre os pacientes de dengue aqueles com idade de 40 a 49 anos (14,33%), 50 a 59 (11,35%), 1 a 9 anos (8,31%) e de 60 a 69 anos (6,71%).

Nos extremos, os pacientes com 70 a 79 anos são 3,12% do total; os com menos de 1 anos, 1,28%; e aqueles com mais de 80 anos, 1,02%.

A Capital também é a única cidade que registra três tipos diferentes do vírus da dengue em circulação (1, 2 e 4). Em 6 municípios, estão ativos os tipos 1 e 2; em 4, os tipos 2 e 4; e em 49 apenas há circulação ativa do tipo Denv-2. Em 19 cidades não há registro de sorotipagem até o momento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSUSTADOR E REAL NO BRASIL
Com uma morte por minuto, Brasil registra 1.349 mortes por coronavírus nas últimas 24h, novo recorde
VICENTINA - BOLETIM COVID-19
Vicentina não registra novos casos nas últimas 24h e já tem 13 pacientes recuperados de Covid-19
COVID-19 EM IVINHEMA
Confira o quadro de COVID -19 no município de Ivinhema
AUXILIO DOENÇA
Como pedir concessão e prorrogação do auxílio-doença durante pandemia
FÁTIMA DO SUL - MAPEAMENTO DOS INFECTADOS
Fátima do Sul tem mais 99 casos suspeitos, Confira onde estão os 115 casos confirmados no município
1º CASO NO BRASIL
Paciente recuperada de coronavírus no Piauí volta a ter teste positivo
VITIMAS DA COVID 19
Mãe, avó e irmão de jovem morrem por covid-19: 'essa doença é horrível'
EMPERRADOS
Com 1.404 casos suspeitos ‘emperrados’ nos municípios, boletim de Covid-19 em MS pode ter distorção
CONTÁGIO ESPALHANDO
MS tem recorde com 156 novos casos em 24 horas e atinge 1.802 positivos
FÁTIMA DO SUL - ALARMANTE
Com 45 novos casos Fátima do Sul sobe para 115 confirmados da Covid-19