Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 31 de outubro de 2020
SADER_FULL
Busca
CIA DO BICHO
Coronel Sapucaia

Menino que sofria com bolhas pelo corpo está bem, e vivendo em nova casa

A residência foi doada por produtores rurais do município

20 Set 2013 - 09h23Por Dourados News
Um começo de final feliz ao caso noticiado pelo Dourados News  no dia 4 deste mês. O menino Sergio, de 4 anos, que sofre de pênfigo foliáceo (doença conhecida popularmente como ‘fogo selvagem’) e foi encontrado por voluntários de um lar beneficente vivendo em condições precárias em um barraco de lona, e com estado de saúde bastante debilitado, hoje está vivendo em uma casa com a família em Coronel Sapucaia.
 
A residência foi doada por produtores rurais do município, que se comoveram com a história do menino e resolveram ajudar ele e a família, assim como várias outras pessoas que fizeram e continuam realizando doações para eles, que são indígenas refugiados do Paraguai.
 
“Ficamos muito felizes de dar uma vida mais digna a essa família, de termos conseguido ajuda para que o menino fosse tratado adequadamente. E nada disso teria sido possível sem a repercussão do caso e, principalmente, a solidariedade de pessoas de várias cidades e Estados que acabaram sabendo da história e resolveram ajudar”, diz o diretor do Lar Beneficente Cristo Redentor, Aristides Montania.
 
A casa onde Serginho está vivendo com a mãe, o pai e o irmão de cinco meses de idade foi mobiliada por meio de doações. A família está vivendo com alimentos, roupas, luz e água que também são fruto de doações, já que por conta da falta de documentos de identidade, os pais estão impedidos de buscar emprego formal.
 
“Vamos tentar junto à Polícia Federal de Ponta Porã a regularização deles, e também que eles façam documentos, porque eles não tem nenhum, nem paraguaios. E até isso acontecer o pai está fazendo uns ‘bicos’ para ganhar algum dinheiro e estamos também recolhendo doações”, explicou Montania.
 
Com relação ao tratamento para o pênfigo foliáceo, o menino segue sendo acompanhado por um médico dermatologista de uma clínica particular de Dourados, e está tomando remédios controlados.
 
Serginho em seu quarto na casa que foi doada por produtores rurais do município de Coronel Sapucaia - Foto: Divulgação
Serginho em seu quarto na casa que foi doada por produtores rurais do município de Coronel Sapucaia - Foto: Divulgação
“Ele vai seguir com esse tratamento, já está tomando os remédios e a pele dele, que estava praticamente em carne viva, hoje já está muito melhor”, finalizou Montania.
 
Doações
 
Para ajudar a família do menino Sérgio com doações de alimentos, roupas, e outros, basta entrar em contato com Aristides Montania, por meio dos telefones telefones (67) 99529070 / 99494019.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA AINDA NÃO ACABOU
Pandemia avança e MS registra 555 novos casos de Coronavírus em apenas 24h
DIA DE FINADOS - PREVENÇÃO
Dia de Finados não contará com atividades religiosas no cemitério de Fátima do Sul
MUNDO - 1.1 MILHÃO DE MORTOS
Mundo registra mais de meio milhão de casos da Covid-19 em apenas um dia e bate novo recorde
ANTICORPOS
Bebê nasce com anticorpos contra covid-19
MS - 1.581 MORTES
MS registra 410 novos casos de covid-19 em 24 horas e secretário reforça atenção para dia de Finados
VAGAS DE EMPREGO
Governo do Estado divulga resultado de seletiva Simplificado para contratação de médicos legistas
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa deposita auxílio emergencial nesta 5ª feira para nascidos em novembro
FOI MAL
Bolsonaro recua e revoga decreto que facilita privatização dos postos do SUS
90% RECUPERADOS
Brasil tem 158,4 mil mortes por covid-19 desde início da pandemia
PANDEMIA
Dourados registra 85 casos de Covid e mantém alta em média de confirmações