Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 8 de agosto de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
CASO Giovanna

Médico afirma à Polícia que socorro salvou vida de jovem "agredida"

O médico que prestou os primeiros socorros a Giovanna Nantes Tresse de Oliveira, 18 anos

13 Jan 2014 - 14h02Por CAMPO GRANDE NEWS

O médico que prestou os primeiros socorros a Giovanna Nantes Tresse de Oliveira, 18 anos, na virada do ano, em Campo Grande, ressaltou à Polícia que o atendimento de urgência salvou a vida dela. Ele prestou depoimento na Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), que investiga uma suposta agressão por parte do namorado Matheus Georges Zadra Tannous, 19, e deu detalhes técnicos sobre o atendimento.

“O médico utilizou uma linguagem bem técnica para falar sobre o seu atendimento. Ele disse ainda que comemorava o Ano Novo com os seus parentes no apartamento ao lado e que crianças, no andar de cima, também faziam muito barulho, por isso não se recorda de ouvir gritos no local onde estava o casal”, disse o profissional à Polícia, que pediu para não ser identificado.

Assim que chegou, presenciou o Matheus com sangue na camiseta e a vítima no sofá, iniciando o socorro. “Ele disse que viu a tamanha gravidade quando Giovanna não respondia e Matheus falou das duas quedas. Foi por isso que solicitaram uma viatura avançada do Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) e a jovem foi entubada para o hospital”, relembra o médico.

Dias depois, peritos do IC (Instituto de Criminalística) e Ialf (Instituto de Análises Laboratoriais), acompanhados da delegada Marília de Brito Martins, realizaram a vistoria no apartamento. No primeiro dia, eles passaram cinco horas e meia recolhendo amostras de sangue. No segundo dia, mais três horas de impressões.

Depoimento – Ao todo, oito pessoas já realizaram oitivas sobre este caso na Deam. A delegada Rosely Molina ainda aguarda o laudo pericial e o depoimento da vítima. Ontem, em entrevista ao Campo Grande News, familiares conversaram com a Giovanna e esta falou pela 1ª vez em agressões.

Pesando 38 quilos, desnutrida e com crises de pânico, a vítima diz que apenas se recorda que estavam bebendo e acredita que, em seguida, ele colocou algo na bebida dela ou então levou um soco “muito forte” que a deixou desacordada.

Crime - Giovanna foi internada na madrugada do dia 1º de janeiro, com quatro fraturas no rosto, duas no maxilar e duas abaixo do olho direito, sendo que precisou passou por cirurgia. Ela se recupera em casa, após uma semana internada na Santa Casa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VICENTINA - PESQUEIRO 7 BELLO
Seguindo todas medidas de prevenção, Pesqueiro 7 Bello volta atividades neste domingo em Vicentina
VACINA COVID 19
Bolsonaro diz que vacina contra covid deverá estar disponível em dezembro
LUTO - ENFERMAGEM
Enfermagem de Campo Grande chora mais um colega morto pela covid: 'tinha um bom coração'
MS - 481 MORTES
Mato Grosso do Sul tem recorde de mortes por coronavírus e 514 internados
REABERTURA DO COMÉRCIO
Brasil e Paraguai podem reabrir comércio na fronteira em 10 dias, diz ministro
REINFECÇÃO EM ALERTA
Novo coronavírus tem segundas novas ondas de reinfecção e acendem sinal de alerta
FÁTIMA DO SUL - EMENDAS DA SENADORA
Entre construção do Corpo de Bombeiros e saúde, Simone já destinou R$ 1,8 milhão para Fátima do Sul
OBSESSÃO
Dono incendeia supermercado para acabar com o Coronavírus
VIDEO EMOCIONANTE
Paciente se emociona ao sair do hospital. Ele perdeu um filho de 32 anos para covid 19
COVID-19 EM CAMPO GRANDE
Governo volta a recomendar bloqueio parcial de atividades em Campo Grande