Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 28 de janeiro de 2022
Busca
RECORDISTA

Mãe vai para hospital esperando 7 filhos, mas dá a luz a 9 bebês

O casal recebeu ajuda do governo de Mali para bancar as crianças

25 Out 2021 - 13h10Por JD1

A jovem Halima Cissé de 26 anos teve uma surpresa em seu parto ao esperar por sete filhos, mas acabar dando a luz a nove bebês em maio, porém o caso veio a tona agora.

Halima contou que ela e o pai dos bebês, Kader, de 35 anos, acreditavam que eram sétuplos. "Parecia um fluxo interminável de bebês saindo de dentro de mim”, disse. Cada criança nasceu pesando cerca de um quilo, segundo o Daily Mail. Todos passam bem. São cerca de 100 fraldas e seis litros de leite por dia para sustentar os quatro meninos e cinco meninas.

Ela quebrou o recorde mundial anterior estabelecido por 'Octomom' Nadya Suleman em 2009, que deu à luz oito bebês.

O casal mora em um apartamento de três quartos e já tem uma filha de 2 anos. O casal recebeu ajuda do governo de Mali para bancar as crianças, que são vigiadas 24 horas por dia por quatro enfermeiras.

Leia Também

DESESPERADOR
Covid-19: Com 672 óbitos Brasil bate recorde de novos casos pelo 2º dia seguido
MAIS SOCIAL
Mais Social já é renda extra para 67 mil famílias sul-mato-grossenses
joao 5 39 examinais as escrituras 2_3 LIÇÕES DA BIBLIA
Habitarei em Ti
SAÚDE
Ministério da Saúde autoriza manutenção de 14 mil leitos de UTI para Covid
# PREVENIR É O REMÉDIO
A cada hora, Mato Grosso do Sul registra 112 casos de Covid-19 em média
AUXILIO POPULAÇÃO
Auxílio Brasil e Auxílio Gás são pagos a cadastrados com NIS final 8; confira
ASSUSTADOR
Covid-19: Com 570 mortes, Brasil bate novo recorde de casos registrados em 24h
LUTO FATIMA DO SUL
Amigos de Fátima do Sul da adeus a pastora Nazaré da Igreja Deus é a Verdade
Fotos:Divulgação Segov AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo firma convênio para novos leitos em Três Lagoas e alerta população para vacinar contra Covid
Tragédias seguidas em Campo Grande - Crédito: Reprodução DOENÇA DO SÉCULO
Três agentes da segurança tiram a própria vida em menos de 4 dias em MS