Menu
SADER_FULL
terça, 29 de setembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ZANZI
INVESTIMENTOS DO GOVERNO MS

Governo MS investe mais de R$5,3 milhões em bolsas de estudo com foco no avanço da ciência e da tecn

Mesmo em tempos críticos de pandemia, o Governo continua trabalhando para o fortalecimento da ciência

4 Ago 2020 - 07h35Por Portal do MS

Mais de R$ 5,3 milhões em recursos do Estado vão ser investidos fortalecimentos de pequisas e inovação em Mato Grosso do Sul. Nesta semana os 100 bolsistas de mestrado e doutorado inscritos no último edital da Fundect _ Fundação de apoio ao desenvolvimento do ensino ciência e tecnologia – vinculada à Semagro (Secretaria de Meio ambiente, desenvolvimento econômico, produção e agricultura familiar) começam a receber a primeira parcela das bolsas. O pagamento será depositado na conta dos bolsistas todos os meses, de acordo com prazo de duração dos projetos.

Importante ressaltar que mesmo em meio à crise do coronavírus, MS está conseguindo manter o compromisso de financiar a pesquisa científica, área essencial sobretudo em épocas em que áreas como biotecnologia fazem toda diferença na pesquisa de curas para os variados tipos de infecções.

A Fundect disponibiliza bolsas de estudo nas mais diversas áreas, entre elas estão: Ciências Biológicas, Ciências da Saúde, Ciências Agrárias, Humanas, Exatas da Terra, Educação, Ciências Sociais, Engenharia, Linguística e Biotecnologia.

Mantendo investimentos 

“A Ciência não para em nosso Estado, mesmo neste momento difícil que o todo o país está enfrentando”, orgulha-se o diretor-presidente da Fundect , Márcio Pereira de Araújo. Segundo ele, o governo de Mato Grosso do Sul não tem medido esforços para manter seus investimentos na pesquisa; seja por meio das tão importantes bolsas de mestrado e doutorado, seja por meio de parcerias com financiadoras nacionais e internacionais.

O professor doutor da UCDB, biólogo Otávio Franco, que coordena a pesquisa de 12 bolsistas da Fundec, considerado pela CNPQ como um dos coordenadores de mais alto nível (1ª) no País, sabe muito bem a importância de se ter um incentivo econômico do governo para projeto e pesquisas. “Fui bolsista a vida toda e sem ela não teria chegado até aqui”, confessa. Em sua opinião a bolsa é um investimento mais que essencial para desenvolver a ciência e a tecnologia. “E sem isto não existe País”, enfatiza.

Os bolsistas precisam de tempo integral para dedicar aos seus projetos e pesquisas. Ou seja, não dá para trabalhar e estudar ao mesmo tempo, por isto muitos desistem. Quando se trata de universidade particular, parte deste recurso vai para o pagamento do curso. Instituições como a UCDB dão descontos para quem tem bolsa de estudos. “Com o recurso o estudante pode se dedicar exclusivamente ao curso sem preocupar inclusive com a sobrevivência no dia a dia”, atesta.

Resultados importantes

Na biotecnologia, área de atuação do coordenador, professor doutor Otávio Franco, os resultados são extremamente animadores. Já foram feitas, por exemplo, de 30 a 40 descobertas de antiinfectivos humanos e animais. A fase ainda é de testes, mas a intenção é transformar as descobertas em produtos. “Ainda não conseguimos chegar ao mercado, mas estamos tentando”, conclui o professor, destacando que a produção científica de Mato Grosso do Sul é extremamente promissora.

Mesmo na Pandemia, os estudantes continuam trabalhando em seus projetos. Isto porque todos os dados de pesquisas gerados por cientistas no mundo inteiro estão num banco de dados que é público. Com informações compartilhadas as visitas a campos de estudos foram substituídas por pesquisas de computador.

Parcerias 

Além do enorme investimento feito pelo Governo do Estado, mais editais serão abertos em parceria com o Confap (Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa), CNPQ e Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).

Por meio da Fundect, Mato Grosso do Sul participa como co-financiador das chamadas: PELD (Programa de Pesquisa Ecológica de Longa Duração) no qual disponibilizará até 200 mil reais em recursos a projetos de pesquisa ecológica em ecossistemas brasileiros, e que visem contribuir significativamente para o desenvolvimento científico e tecnológico do país.

O outro edital em  parceria com a Fundect é do PROTAX (Programa de Apoio a Projetos de Pesquisas para a Capacitação e Formação de Recursos Humanos em Taxonomia), com investimentos de até 400 mil reais. A Taxonomia Biológica envolve grupos botânicos, zoológicos ou microbiológicos, com destaque para as pesquisas destinadas ao conhecimento dos microorganismos (fungos e bactérias), importantes para resolução de questões relativas à saúde humana e ambiental. (Mais informações sobre os editais estão no site da Fundect)

Sempre é bom lembrar que no processo atual de globalização que o mundo vivência, somente com o desenvolvimento da ciência e tecnologia, conseguiremos atingir os mais altos patamares do conhecimento. E tornam, junto com a inovação, instrumentos fundamentais para o desenvolvimento, o crescimento econômico, a geração de emprego e renda e a democratização de oportunidades. E por entender este importante cenário é que  governo de Mato Grosso do Sul apoia todas as iniciativas.

Theresa Hilcar, Subcom

Deixe seu Comentário

Leia Também

RASTREAR MS CONTRA COVID-19
RASTREAR MS entra em operação com a missão de reduzir taxa de contágio da Covid-19
AÇÕES DO GOVERNO MS
Repasses do Estado para saúde da capital somam R$ 132 milhões desde janeiro deste ano
MS - 1278 MORTES
Depois de quase um mês estável, taxa de letalidade volta a aumentar em MS
CORONAVÍRUS NO MS
100% de ocupação de leitos de UTI em Dourados preocupa Barbosinha
a população ajude a diminuir o contágio do novo coronavírus com medidas sanitárias e distanciamento social. CORONAVÍRUS NO MS
Com 15 mortes nas últimas 24h, número de casos de covid continua alto e médias são preocupantes
CORONAVÍRUS NO MS
Internações e óbitos por coronavírus voltam a subir em Mato Grosso do Sul
DEPUTADO COM CORONAVÍRUS
Após 3 dias internado com covid, Onevan tem alta médica e cumpre quarentena em casa
Dourados foi um dos municípios que regrediu PROSSEGUIR
Governo de Mato Grosso do Sul atualiza bandeiras dos municípios
Os gestores enfatizaram que a doença não está sob controle MS - 1.217 MORTES
Mato Grosso do Sul confirma mais 13 óbitos e eleva número de vítimas da Covid para 1.217
Glória de Dourados tem 18 casos suspeitos e 07 confirmados, MS tem mais 78 e chega a 1.646 GLÓRIA DE DOURADOS - BOLETIM
CORONAVÍRUS: Mais novos casos confirmados são registrados nas últimas 24h em Glória de Dourados