Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 28 de maio de 2022
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
FRIO E CHUVA CHEGANDO

Geada prevista para semana que vem é rara em maio e pode afetar lavoura

12 Mai 2022 - 10h52Por Helio de Freitas / CAMPO GRANDE NEWS

O friozão esperado para a semana que vem em boa parte de Mato Grosso do Sul tem previsão até de formação de geada em municípios da região sul, incluindo Dourados. Se acontecer, será fato raro e poderá trazer risco para lavouras de milho.

Segundo dados do Guia Clima da Embrapa Agropecuária Oeste, serviço criado em 1981, nos últimos 41 anos só teve geada no mês de maio em Dourados em 1986 (4ºC no dia 31), 1988 (3,7 no dia 31), 1990 (3,2 no dia 19 e 3,0 no dia 23), 1999 (3,9 no dia 21) e 2007 (3,8 no dia 25 e 3,9 no dia 30).

Previsão atualizada da empresa Climatempo indica uma semana de frio intenso na região de Dourados a partir de terça-feira (17). Nesse dia, a mínima prevista é de 7 graus e a máxima de 19. Para quarta e quinta, a mínima esperada é de 4 graus e máxima de 17 e 20 graus, respectivamente.

A Climatempo prevê mínimas de 5 graus e máxima de 21 na sexta-feira e no sábado e queda ainda mais acentuada no domingo (22), com mínima prevista de 3 graus e máxima de 21. A previsão aponta temperaturas mínimas abaixo de 8 até o dia 23 de maio.

Carlos Ricardo Fietz, pesquisador da Embrapa Agropecuária Oeste, informou ao Campo Grande News que se a previsão de 4 graus para quarta se confirmar há risco de geada de intensidade fraca nas baixadas.

“Geadas em maio são raras em Dourados. Com base no nosso banco de dados (41 anos), metade das geadas ocorre em julho, 25% em junho e 15% em agosto. Em maio, menos de 5%”, afirmou o pesquisador.

Segundo Ricardo Fietz, é importante destacar, até para não assustar a população, que temperaturas mínimas próximas de 4 graus trazem risco de formação de geada fraca, localizada geralmente em baixadas. “Com mínimas próximas de 1 grau a situação complica, pois forma geada de intensidade forte, que é abrangente”.

Na avaliação do pesquisador, o frio previsto para a semana que vem não deve trazer risco para as lavouras de milho, que estão se desenvolvendo bem, com condições ideais de umidade. Entretanto, se a geada for mais forte, há risco de prejuízo.

“Tem muito milho na fase reprodutiva, pendoando, muito sensível a geadas. O milho plantado cedo, no início de fevereiro, por exemplo, já está com os grãos duros e não corre mais risco. Vamos torcer para que a mínima fique próxima a 4 graus mesmo”, afirmou. - CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

 

Leia Também

Mayra Franceschi, Hemosul DOAÇÃO SALVA VIDAS
Doador do Hemosul efetiva doação de medula óssea e salva uma vida
Sertanejo passou por cirurgia no quadril - Crédito: Instagram SERTANEJO CONRADO
Sertanejo Conrado segue na UTI, confira as últimas informações
FÁTIMA DO SUL - CIA DO BICHO
Rinite de gato existe?, quais sintomas e o que causa?, a Cia do Bicho te explica tudo, confira
HOMEM DE 63 ANOS MORTO
Homem é encontrado morto no meio do mato na saída de Dourados para Caarapó
MORTES NO BRASIL COVID 19
Foram registradas 132 mortes por Covid nas últimas 24 horas no Brasil
LIÇÕES DA BIBLIA
Jacó partiu
FOME NO BRASIL SUPERA MEDIA GLOBAL
Fome no Brasil supera média global e atinge mais as crianças
COBERTORES PARA CAMPO GRANDE
Governo do Estado entrega mais de 14 mil cobertores para Campo Grande que promete entrega imediata
FRIO INTENSO NOVA FRENTE FRIA
Frio tá só começando, nova frente fria está prevista para semana que vem, veja a previsão
ONÇAS DO PANTANAL ENVENENADAS
Onças mortas no Pantanal foram envenenadas com agrotóxico proibido no Brasil