Menu
SADER_FULL
sábado, 6 de março de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
DESABRIGADOS

Fortes chuvas alagam casas e desalojam famílias ribeirinhas em Nioaque

Após sete dias de intensas chuvas no município de Nioaque (MS), 184 Km da capital, famílias de ribeirinhos estão desalojadas e fazendas alagadas.

20 Jan 2021 - 09h45Por G1

Após sete dias de intensas chuvas no município de Nioaque (MS), 184 Km da capital, famílias de ribeirinhos estão desalojadas e fazendas alagadas. Ponte que dá acesso à cidade está interditada. Segundo dados do centro de de monitoramento de Tempo, do Clima e dos Recursos Hídricos de Mato Grosso do Sul (Cemtec-MS), nos últimos sete dias, choveu cerca de 135 milímetros na região.

A ponte que dá acesso à cidade foi interditada após o leito do Rio Nioaque subir nove metros acima do normal, e continuar aumentando o quantitativo de água, segundo a defesa civil.

A situação foi tomada para precaver uma situação ainda pior por causa da previsão de muita chuva para os próximos dias, segundo a prefeitura. O governo municipal informou que ribeirinhos desalojadas estão sendo levados para a escola municipal Guilherme Correia, no centro do município.

A prefeitura de Nioaque informou: "estamos dando total auxilio a toda comunidade ribeirinha neste momento e as equipes responsáveis estão acompanhados os efeitos da cheia dos rios".

O Cemtec-MS, aponta que no município já choveu 200 milímetros, mais do que os 186,4 milímetros esperados para todo o mês de janeiro.

A coordenadora técnica do Cemtec-MS informou que o mapa de monitoramento apresenta um acúmulo de chuva alto sobre o município. Dispondo de uma condição bem localizada sobre área de Nioaque.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TUDO PARADO
INSS interrompe atendimentos após servidores testarem positivo para a Covid-19 em Dourados
CORONAVÍRUS NO MS
Trabalho da SES possibilita habilitação de 115 leitos de UTI-Covid em MS
NA LUTA PELA VIDA
Sertanejo campo-grandense Paulo Sérgio está internado em estado grave com coronavírus
100 UTI = OBITO
Ministério da Saúde prevê 3 mil mortes por dia por covid-19 nas próximas duas semanas
PICO DA PANDEMIA
SES registra 23 novos óbitos por Covid, e MS já acumula 3.416 vidas perdidas
TRISTEZA NA FAMILIA
'Não tem UTI,amo vcs':a história por trás do tuíte viral que revela mensagens de mãe morta por covid
CORONAVIRUS EM JUTI
Com alta ocupação de leitos em MS, Juti proíbe até reuniões familiares
FÁTIMA DO SUL - VACINAÇÃO CONTRA COVID
Idosos a partir de 75 anos começam ser vacinados nesta sexta-feira em Fátima do Sul
AQUISIÇÃO DE VACINA
Vicentina e 10 cidades do MS aderiram a consórcio para compra de vacina contra Covid-19
BOLETIM CORONAVÍRUS EM MS
Mulher de 39 anos está entre os óbitos das últimas 24h em Mato Grosso do Sul, veja o boletim