Menu
SADER_FULL
quinta, 3 de dezembro de 2020
SADER_FULL
Busca
JUNINHO DENTISTA NOVO
ESPAÇO SAÚDE

Exercícios certos podem devolvem a barriga de antes do parto às novas mamães

18 Nov 2013 - 06h30Por CAMPO GRANDE NEWS
Abdominal com isometria: dobra as duas pernas, aperta a barriga e solta. Faz o exercício sem entrelaçar os dedos e subir, explica fisioterapeuta.Abdominal com isometria: dobra as duas pernas, aperta a barriga e solta. Faz o exercício sem entrelaçar os dedos e subir, explica fisioterapeuta.

Cautela e cuidado são os princípios básicos para as mamães que querem voltar ao corpo de antes no pós-parto. Quem fez exercícios durante a gestação, pode manter um ritmo mais acelerado do que as mamães sedentárias, mas toda e qualquer atividade física deve ser monitorada por especialistas.

Pensando em ajudar as mulheres a voltar ao que eram, o Lado B procurou especialistas em exercícios pós-parto. Em Campo Grande, o serviço é oferecido em clínicas de fisioterapia obstétrica, muitas vezes acompanhados de Pilates.

Giselle Venciguerra Fernandes, de 33 anos, é fisioterapeuta obstétrica e doula e hoje pratica o que ensina às pacientes. Depois de uma cesariana, a primeira filha está com três meses e só agora que ela voltou aos treinos mais puxados.

O primeiro passo para o exercício vai de acordo com o parto. Se foi normal, o período pode levar de 15 a 20 dias, já no caso de cesariana, são de 40 a 60 dias para voltar à atividade física.

“Eu estou fazendo atividade desde os 45 dias, mas com restrições de exercícios abdominais. Agora com 90 dias é que entrei para o treino puxado”, conta.

Esteticamente, ela explica que tudo vai depender do quanto a paciente engordou nos nove meses. “O abdômen vai voltar em até 6 meses ou 1 ano. O que ajuda muito é amamentação, isso faz perder peso e o útero voltar ao que era antes”, reforça.

 
Quando a primeira filha completou 3 meses, Giselle voltou aos exercícios mais puxados.Quando a primeira filha completou 3 meses, Giselle voltou aos exercícios mais puxados.

Pela amamentação e a combinação de exercícios, Giselle já emagreceu os 8 quilos que ganhou durante a gestação.

Os exercícios que ensina no consultório são chamados de treino funcional e pilates pós-parto. Atividades que não sobrecarregam as mamãe e trabalham mais com a respiração.

“Tem a isometria de abdominais com respiração profunda, que é a contração sem fazer o movimento. Você dobra as duas pernas, aperta a barriga e solta. Faz o exercício sem entrelaçar os dedos e subir”, ensina.

O que pode ser feito 15 dias após o parto é o exercício de períneo, não importa se foi normal ou cesariana, a fisioterapeuta obstétrica Beatriz Guardiano Passarelli Barros, explica que a atividade fortalece a musculatura em volta da vagina.

“Segura o xixi e relaxa, força como se você tivesse apertada. Isso ajuda os órgãos a voltar ao normal”, exemplifica.

Ela enfatiza o tempo a ser respeitado em cada tipo de parte e que o importante é não forçar nos exercícios musculares, podendo desencadear a produção de ácido lático, que pode interferir no gosto do leite.

Nos exercícios de abdominal, a fisioterapeuta explica que existem três, o primeiro indicado ao pós-parto é o transverso abdômen, em que se faz a contração sem fazer o movimento de tronco.
“Respira, sempre forçando a expiração. Fortalece o abdômen ao fazer a contração, do umbigo para trás, puxando em direção as costelas”, fala.

Em casa, além do exercício de períneo, as mamães podem fazer o exercício acima, deitadas na mesma posição de uma abdominal, mas sem levantar o tronco e também a ponte, o exercício básico do Pilates. “Deita de barriga pra cima, levanta o quadril e volta”.

Os exercícios pós-parto podem ser feitos de duas a três vezes por semana. Em Campo Grande, a média de custo é de R$ 200 mensais e podem ser encontrados no Consultório de Fisioterapia Obstétrica e Doula, na rua Luís Dódero, 28, sala 4, Jardim São Bento e no Estúdio Pilates, na rua Rodolfo José Pinho, 203.

 
Isometria com sustentação do corpo, também indicado às mamães que fizeram cesariana recentemente.Isometria com sustentação do corpo, também indicado às mamães que fizeram cesariana recentemente.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Casal Roberto e Magally foi infectado pelo coronavírus - Crédito: Foto: Arquivo Pessoal/Patrícia Küne JUNTOS PARA SEMPRE
Casados há 57 anos, idosos morrem de covid-19 no mesmo dia
COPA DE 94
'Bebê do Tetra', na Copa de 94, filho do jogador Bebeto é pai pela primeira vez
VITIMA DA COVID 19
Rosane Gofman pede orações para a atriz Nicette Bruno, internada com Covid-19
ALARMANTE
Com 951 novos infectados, MS tem 101 mil casos e 1.793 mortes por coronavírus
VACINA COVID 19
Vacinação contra a Covid-19: veja o que se sabe sobre o plano do Brasil e outros países
AUMENTO DE CASOS
Mortes por Covid tiveram queda menor em novembro do que em outubro, indicam secretarias de Saúde
AGENCIAS FECHADAS
Casos de coronavírus fecham três agências bancárias em Dourados
ALERTA EPIDEMIOLÓGICO
Sem restrição de mobilidade, casos de Covid disparam e Riedel pede consciência coletiva
DOURADOS - COVID-19
Perto do colapso, região de Dourados tem 1 UTI para cada 50 mil pessoas
BRASIL - 173.229 MORTES
Casos e mortes por coronavírus no Brasil: 1° de dezembro, segundo consórcio de veículos de imprensa