Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 6 de agosto de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Campo Grande

Esposa faz doação para marido e ambos ficam sem um dos rins na Santa Casa da Capital

Santa Casa de Campo Grande confirma que transplantes de rins e coração estão suspensos

20 Dez 2013 - 15h55Por MS Record

A Santa Casa de Campo Grande confirma que transplantes de rins e coração estão suspensos. Falta de equipamentos e de transporte adequados estão entre os entraves para as cirurgias. Um casal que fez transplante de rins no hospital virou caso de Justiça, após a esposa fazer uma doação para o marido, complicações deixaram os dois sem um dos rins.

A esperança de uma nova vida estava bem ao lado do dentista de 44 anos, Adolfo Alderetti doente renal. Durante dois anos ele e a esposa, travaram uma batalha para encontrar um doador. Depois de fazer todos os exames: a descoberta. Sua esposa Daniela Alderetti, era compatível. Para eles tinha acabado ali o sofrimento de ficar amarrado a uma máquina de hemodiálise, 3 x ao dia, durante 4 horas, mas a história teve um outro desfecho.

“Nós vamos ter que comemorar duas datas,  a data que ele faz aniversário em março  e outro no dia 29 de outubro, em 48 horas nossos sonhos de ter uma vida normal novamente com meu esposo e poder viajar com nosso filho acabou”, diz a esposa.

“Eu só fui acordar por voltas das 15h no CTI, e nesse intervalo de tempo meu rim nunca funcionou, não urinei, eu vi as enfermeiras falando quando da certo a bolsa de urina está cheia, então provavelmente o transplante não deu certo”, diz o dentista.

Indignada com o que aconteceu com o esposo, ela diz que foi mandada pra casa com uma receita de dipirona apenas, sem nenhum antibiótico, mesmo depois de ter levado 17 pontos.

“Eu fui mandada para casa só no dipirona com 17 pontos no meu abdômen, o doutor: levanta, toma banho e pode ir embora”, relata a esposa.

Agora a advogada do casal Natalia Borges diz que vai entrar com uma ação na justiça para reparar o que ela chama de erro médico. Nathalia afirma que houveram vários equívocos da equipe cirúrgica.

“Existem árias violações, primeiro não houve uma consulta prévia com o cirurgião, nem com o anestesista, não houve pedido de autorização para acompanhamento de estudantes que inclusive tiraram fotos, sem autorização dos pacientes, então você tudo tratado com muito descaso, não só descaso quanto ao procedimento médico, em sim, como também descaso com a pessoa humana que está ali, naquele momento tão delicado da vida”, diz a advogada.

A presidente da Associação dos Doentes Renais Crônicos e Transplantados, Maura Jorge Souza Trindade, fez transplante de rim há 17 anos na Santa Casa de Campo Grande  e conta que naquela época o hospital era muito diferente.

“Tinha mais estrutura para fazer o transplante, hoje não tem”, diz Maura.

Hoje a presidente da associação diz que os transplantes estão parados há pelo menos 2 meses.

“Eu acho que teria que voltar porque é melhor para os pacientes, tem muitos pacientes nas filas esperando, mas também deveria melhorar a estrutura da Santa Casa, paciente viajar daqui para São Paulo para fazer um transplante é complicado, então tendo aqui é bem melhor para os pacientes”, diz Maura.

Ela conta que os pacientes que são encaminhados para a Santa Casa, não querem fazer o procedimento lá. “Muitos estão preocupados, não querem fazer, com resultado que já aconteceram, então estão receosos, então tem alguns que não querem mais fazer o transplante”, diz Maura.

“Quando ele dizia estou indo para hemodiálise eu falava calma, você é um ser humano abençoado, você a mim eu estou aqui, é só marcar e nós vamos fazer a cirurgia e isso vai acabar, agora eu pergunto: o que eu digo para ele? Não tenho mais. O que eu digo para o meu filho? “, finaliza a esposa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FÁTIMA DO SUL - EMENDAS DA SENADORA
Entre construção do Corpo de Bombeiros e saúde, Simone já destinou R$ 1,8 milhão para Fátima do Sul
OBSESSÃO
Dono incendeia supermercado para acabar com o Coronavírus
VIDEO EMOCIONANTE
Paciente se emociona ao sair do hospital. Ele perdeu um filho de 32 anos para covid 19
COVID-19 EM CAMPO GRANDE
Governo volta a recomendar bloqueio parcial de atividades em Campo Grande
JATEÍ - TRABALHOS RETOMADOS
Reeducandas retomam trabalho de limpeza urbana com adoção de medidas preventivas em Jateí
COVID 19 EM BATAYPORÃ
Em um mês, Covid-19 já matou mais do que a Influenza em 12 anos no MS
RETORNO ÀS AULAS EM MS
MS discute estratégias de retorno às aulas presenciais de forma segura
ABSURDO
Denúncia diz que ambulâncias de Ribas estão sem combustível há dois dias
COVID 19 EM ANGÉLICA
ANGÉLICA: Delegado com covid 19 é transferido para o Albert Einstein em São Paulo
NAVIRAI-09 MORTES
Naviraí registra a nona morte por coronavírus