Menu
SADER_FULL
terça, 29 de setembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
COVID-19

Entenda como o Paraguai tem 66 mortes por Covid-19 e o que MS deveria aprender

Mesmo com população quase 3 vezes maior, país vizinho tem 5 vezes menos número de casos

9 Ago 2020 - 10h45Por Midiamax

Vizinho de , o  obteve resultados significativamente melhores no combate ao coronavírus, que causa a . Desde o início da pandemia, o país registrou até o dia 6 de agosto 66 mortes e 6.375 casos, enquanto que MS se aproxima da marca dos 30 mil infectados e tem 458 óbitos.

Primeiro, é importante destacar que o  tem quase 3 vezes a população de MS e um território mais extenso também. O que poderia ser uma dificuldade para enfrentar a doença, não se concretizou.

Para entender como  conseguiu resultados expressivos, é necessário expor que o país vizinho iniciou medidas de restrição mais severas desde o início da pandemia.

No início de fevereiro, quando nenhum caso de covid-19 havia sido registrado ainda, o governo de Mario Abdo Benítez suspendeu os vistos para todos os cidadãos da República Popular da China, bem como para qualquer estrangeiro que viajasse para a China continental.

Então, em 10 de março, três dias após a confirmação dos dois primeiros casos no país – os de dois cidadãos do Equador e da Argentina – Abdo, apoiado pelo ministro da Saúde, Julio Mazzoleni, decretou o isolamento preventivo em nível nacional.

As autoridades decretaram quarentena total, uma das mais rigorosas da região. Os paraguaios tinham que ficar trancados em suas casas e só podiam comprar comida e remédios, em caso de emergência ou se fossem trabalhadores essenciais.

Exemplo

O médico infectologista e ex-diretor do Departamento de Imunizações e Doenças Transmissíveis do , Júlio Croda, avaliou que, mesmo com a transmissão mais avançada da doença, as ações podem ajudar . “Agora que é extremamente necessário. Elas [ações restritivas] são válidas em qualquer momento, pois diminuem a taxa de contágio com ações restritivas”, ressalta.

Conforme o especialista, essas ações restritivas são responsáveis pelo sucesso no enfrentamento da doença no . “Porque eles mantêm essas medidas. O governo paraguaio deixou clara a comunicação com a população, que aderiu”, pontua.

Essa clareza de comunicação foi o que não aconteceu no Brasil e isso, segundo Croda atrapalhou o combate à . “Aqui temos um presidente que fala uma coisa, estado fala outra e município outra. Esse é o problema”, avalia.

Lockdown

Para o especialista, diante do cenário que MS passa, principalmente Campo Grande, o mais indicado seria o lockdown. “Não tem dúvida, agora é o ideal, porque não tem outro jeito”, finaliza.

Deixe seu Comentário

Leia Também

RASTREAR MS CONTRA COVID-19
RASTREAR MS entra em operação com a missão de reduzir taxa de contágio da Covid-19
AÇÕES DO GOVERNO MS
Repasses do Estado para saúde da capital somam R$ 132 milhões desde janeiro deste ano
MS - 1278 MORTES
Depois de quase um mês estável, taxa de letalidade volta a aumentar em MS
CORONAVÍRUS NO MS
100% de ocupação de leitos de UTI em Dourados preocupa Barbosinha
a população ajude a diminuir o contágio do novo coronavírus com medidas sanitárias e distanciamento social. CORONAVÍRUS NO MS
Com 15 mortes nas últimas 24h, número de casos de covid continua alto e médias são preocupantes
CORONAVÍRUS NO MS
Internações e óbitos por coronavírus voltam a subir em Mato Grosso do Sul
DEPUTADO COM CORONAVÍRUS
Após 3 dias internado com covid, Onevan tem alta médica e cumpre quarentena em casa
Dourados foi um dos municípios que regrediu PROSSEGUIR
Governo de Mato Grosso do Sul atualiza bandeiras dos municípios
Os gestores enfatizaram que a doença não está sob controle MS - 1.217 MORTES
Mato Grosso do Sul confirma mais 13 óbitos e eleva número de vítimas da Covid para 1.217
Glória de Dourados tem 18 casos suspeitos e 07 confirmados, MS tem mais 78 e chega a 1.646 GLÓRIA DE DOURADOS - BOLETIM
CORONAVÍRUS: Mais novos casos confirmados são registrados nas últimas 24h em Glória de Dourados