Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 29 de setembro de 2020
SADER_FULL
Busca
ZANZI
COVID 19 EM BATAYPORÃ

Em um mês, Covid-19 já matou mais do que a Influenza em 12 anos no MS

A vítima fatal foi uma mulher de 64 anos, residente em Batayporã, que estava internada em um

6 Ago 2020 - 11h51Por Dourados News

Boletins epidemiológicos divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde e confrontados pelo Dourados News mostram que em apenas um mês de 2020, julho, o novo coronavírus matou mais sul-mato-grossenses do que a Influenza ao longo de 12 anos.

No caso da pandemia da Covid-19, que chegou ao Brasil no início deste ano, Mato Grosso do Sul teve o primeiro óbito confirmado no dia 31 de março. A vítima fatal foi uma mulher de 64 anos, residente em Batayporã, que estava internada em um hospital particular de Dourados.

Desde então, esses números não pararam de crescer e até quarta-feira (5) o Estado já amargava saldo negativo de 442 vidas perdidas para a doença – uma em março, oito em abril, 11 em maio, 70 em junho, 314 em julho, e 38 em agosto.

A taxa de letalidade de 1,6% ocorre em meio a 28.315 diagnósticos positivos do novo coronavírus, com 22.020 pacientes recuperados, 5.380 em isolamento domiciliar e 473 internados.

Já a Influenza, cujos dados disponibilizados pela Secretaria de Estado de Saúde englobam o período de 12 anos, fez 304 vítimas fatais em território estadual desde então.

Em 2020, com 80 diagnósticos positivos em meio a 5.689 casos notificados de Síndrome Respiratória Aguda Grave com pacientes hospitalizados, houve oito óbitos – três por Influenza A H1N1, três por Influenza não subtipado, e um por Influenza B.

Durante todo o ano de 2019, também conforme a Secretaria de Estado de Saúde, 68 pessoas morreram por Influenza em Mato Grosso do Sul. Em 2018 foram 33, em 2017 foram seis, em 2016 foram 103, em 2015 foram sete, em 2014 foram 29, em 2013 foram 15, em 2012 foram oito, em 2012 e em 2011 nenhuma, e em 2009 foram 27.

Nesses 12 anos, a Influenza A H1N1 matou 230 sul-mato-grossenses, a H3N2 fez 33 vítimas fatais, a Influenza A não subtipado 17, e a Influenza B causou 24 óbitos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

stemunhas que malhavam na academia quando ocorreu a fatalidade. (Foto: Direto das Ruas) - TRAGÉDIA ENQUANTO TREINAVA
Aluno morre enquanto malhava em academia de MS, ele tinha 34 anos
Equipe do Hospital de Amor de Barretos destaca atenção e suporte para atendimentos em Jateí JATEÍ - AGRADECIMENTOS
Equipe do Hospital de Amor destaca apoio de Jateí
Fátima do Sul e Culturama - coronavírus FÁTIMA DO SUL - BOLETIM COVID-19
CORONAVÍRUS: Novos casos são registrados nas últimas 24h em Fátima do Sul
PANDEMIA
Covid-19: Brasil tem 142 mil óbitos e 4,74 milhões de casos acumulados
MS - 1.293 MORTES
MS se aproxima de 69 mil casos de coronavírus e soma 1.293 óbitos
RASTREAR MS CONTRA COVID-19
RASTREAR MS entra em operação com a missão de reduzir taxa de contágio da Covid-19
AÇÕES DO GOVERNO MS
Repasses do Estado para saúde da capital somam R$ 132 milhões desde janeiro deste ano
MS - 1278 MORTES
Depois de quase um mês estável, taxa de letalidade volta a aumentar em MS
CORONAVÍRUS NO MS
100% de ocupação de leitos de UTI em Dourados preocupa Barbosinha
a população ajude a diminuir o contágio do novo coronavírus com medidas sanitárias e distanciamento social. CORONAVÍRUS NO MS
Com 15 mortes nas últimas 24h, número de casos de covid continua alto e médias são preocupantes