Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 25 de janeiro de 2022
Busca
JATEÍ - EDUCAÇÃO E BIOSSEGURANÇA

Em Jateí, Escola rural é exemplo de gestão compartilhada e em biossegurança

30 Nov 2021 - 07h44Por Elias Ferreira / Lupa News

O município de Jateí procura encontrar soluções para questões que garantam a melhoria da qualidade vida de seus moradores, promovendo desenvolvimento social e humano. Um dos exemplos bem sucedidos é na Educação, onde Prefeitura e Estado mantêm parceria de gestão compartilhada para garantir formação com ensino de qualidade aos jateienses.

A Escola Municipal Jovelino Celestino dos Santos, localizada no Assentamento Nova Esperança, é um modelo de gestão compartilhada, com suas dependências recebendo estudantes da educação básica – de responsabilidade do município – e o Ensino Médio, que é uma atribuição do Estado, funcionando no local uma extensão da Escola Estadual Bernadete Santos Leite. Este modelo de gestão compartilhada garante o ciclo completo de aprendizagem e formação, que antecede o ingresso na universidade.

Samuel Batista da Silva, diretor da Escola Rural Jovelino Celestino dos Santos

A Escola Jovelino está localizada no núcleo urbano do Assentamento Nova Esperança, sendo referência em educação para toda uma região, já que a localidade tem uma distância de mais de 60 quilômetros da cidade de Jateí, fazendo divisa com os municípios de Naviraí e Novo Horizonte do Sul. Para chegar até o estabelecimento de ensino, muitos alunos e professores percorrem dezenas de quilômetros. O acesso à educação é facilitado com um transporte escolar de qualidade garantido pela Prefeitura, bem com um cardápio balanceado na merenda escolar.

BIOSSEGURANÇA – Além do ensino, a direção, coordenação, professores e corpo administrativo da Escola Jovelino Celestino dos Santos se preocupam também com a saúde e bem estar dos estudantes. Por conta da pandemia de covid 19, a escola estabeleceu um protocolo de biossegurança.

O protocolo tem regras de distanciamento, uso de objetos de forma individual, ampliação de pias para lavagem das mãos e até jalecos especiais para educadores e demais trabalhadores do estabelecimento. Junto com outros cuidados com a limpeza, a vestimenta tem o cuidado de proteger os trabalhadores até o pescoço, medida de prevenção para evitar possível transmissão e contágio.

SANITIZAÇÃO – O protocolo de biossegurança da Escola Jovelino, da Gleba Nova Esperança, recebeu um importante reforço na semana passada. É que o estabelecimento de ensino passou por um processo de sanitização de seus ambientes. A ação de prevenção em saúde é complemento das ações sanitárias já implementadas pela administração municipal e é poderosa no combate a bactérias, fungos e vírus. A sanitização cria uma película protetora desinfetante, garantindo sanidade nos ambientes e objetos.

O trabalho de sanitização nos ambientes foi feito com produto não corrosivo e praticamente atóxico, visando a segurança dos estudantes e dos trabalhadores em educação, além de não danificar o sistema de ar condicionado e demais equipamentos utilizados pelo estabelecimento de ensino.

Leia Também

Andreza tinha fotos da profissão nas redes sociais - Crédito: Reprodução/Facebook ACIDENTE FATAL
Acidente entre ambulância e caminhão parado mata enfermeira em MS
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 259 mortes e 83,3 mil novos casos
+ VACINA
Ministério da Saúde encaminha 26.500 doses da Pfizer pediátrica para MS
CASA DA SAUDE
Casa da Saúde volta a atender a partir desta terça-feira
MUITA CHUVA
Chuva chega em Fátima do Sul com previsão de 160 mm até o final de Janeiro
Foto: Chico Ribeiro AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Reinaldo Azambuja amplia isenção de ICMS aos portadores de síndrome de Down
FRANGOS MORTOS PREJUÍZO
Falta de energia mata mais de 5 mil frangos por causa do calor em aviários no Barreirão
VICENTINA - VACINA EM CRIANÇAS
Benício manda recado importante para as crianças se vacinarem contra a Covid, Assista
COVID NO BRASIL
Em 24 horas, Brasil registrou mais 135.080 casos e 296 mortes por covid-19
joao 5 39 examinais as escrituras 2_3 LIÇÕES DA BIBLIA
Por causa da incredulidade