Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 12 de abril de 2021
BANNER EMAGRECEDOR VICENTINA
Busca
FAMILIA DESOLADA

Em dez dias, mecânico perde filho, esposa e sogra para a covid-19

Um dos filhos do casal, que tem quatro anos, não sabe da perda da mãe

2 Abr 2021 - 10h09Por UOL

O mecânico Antônio Marcelo da Silva, 45 anos, viu a covid-19 matar o filho, a esposa e a sogra, em um intervalo de dez dias. O caso ocorreu no Distrito Federal. 

'Eu nem sei dizer como estou me sentindo. Estou sem reação nenhuma. Solitário. Agora só o tempo mesmo para curar isso', declarou Silva, segundo o UOL. 

O trabalhador, que mora no Gama, disse que o filho, Stênio da Silva, de 26 anos, foi o primeiro a sentir os sintomas da doença. O rapaz foi internado em 11 de março e teve piora no quadro de saúde até ser intubado. 

Na sequência, a esposa de Antônio, Simone Maria da Silva, 46 anos, sentiu os sintomas e foi internada no mesmo hospital. Depois foi a mãe dela, Raimunda, de 71 anos, a precisar de internação. 

A esposa, segundo o mecânico, foi a primeira a morrer, em 18 de março. Uma semana depois foi a sogra e o filho dele faleceu no domingo (28). 

'Desde o dia 11 a gente não teve mais paz. Era só notícia ruim. Minha mulher viu tudo. Meu filho sendo transferido de hospital e intubado. Ela ficou muito mexida', lembra Marcelo.

O mecânico era casado com Simone há 30 anos e eles tinham mais dois filhos juntos, um de 4 e outro de 12 anos. 'Meu filho de 4 anos nem sabe ainda que eles morreram. Para ele, a mãe está no hospital cuidando do irmão. A gente já tentou entrar no assunto, mas ele não quer ouvir', lamentou Marcelo.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

100 TRÉGUA
Após fim das restrições, média de mortes por coronavírus salta de 30,3 para 56,3 ao dia em MS
CONVIVENDO COM O PERIGO
Moradores estão assustados com animais peçonhentos de casas abandonadas em Fátima do Sul
LIVE FÁTIMA DO SUL FÁTIMA DO SUL - LIVE -
LIVE: Secretária fala sobre variante P2 confirmada e alerta população em Fátima do Sul
BOLETIM CORONAVÍRUS EM MS
ALERTA: Novas variantes P1 e P2 em circulação no MS tem maiores índices de contaminação
EXEMPLAR
Cidade modelo que vacinou 64% da população vê casos de covid-19 caírem 78%.
GORDURA ABDOMINAL
Confira as 06 dicas para perder gordura abdominal mais rápido
Alessandra e Gustavo Bortoleti morreram com Covid-19 em Mirandópolis (SP)  Foto: Arquivo Pessoal VÍRUS DESTRUIDOR
TRAGÉDIA: Irmãos são enterrados juntos após mortes por Covid
INFLUENZA
Campanha de Vacinação contra Gripe começa nesta segunda-feira em Mato Grosso do Sul
AÇÕES DO ESTADO EM DOURADOS
Estado instala dez leitos de UTI'S no Hospital da Vida, em Dourados
INVESTIMENTOS NA SAÚDE
Sanesul prioriza qualidade de água com controle rigoroso e monitoramento diário