Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 28 de fevereiro de 2021
SADER_FULL
Busca
MAIS SAÚDE

Durante os dias quentes, mudanças no cardápio dão mais disposição

22 Dez 2013 - 12h23Por UOL ENTRETENIMENTO

A digestão é um processo que já demanda muita energia do corpo. Durante o verão, é natural que as pessoas se sintam mais moles durante esse processo. "Na estação, devemos dar preferência aos vegetais, porque são alimentos naturalmente ricos em água. E, no calor, o corpo perde mais água na transpiração", afirma o nutrólogo Durval Ribas Filho, presidente da Sociedade Brasileira de Nutrologia. Portanto, evitar pratos muito gordurosos e incluir mais alimentos frescos e ricos em água, como frutas, verduras e legumes, pode ajudar na sensação de bem-estar.

Ribas Filho diz que a maioria das pessoas se sente melhor se retirar os alimentos mais gordurosos e aumentar o consumo de saladas. "Assim, a gente ajuda na homeostase térmica, que é o mecanismo biológico pelo qual o corpo mantém sua temperatura natural. É por isso também que, no inverno, as pessoas consomem mais sopas e pratos gordurosos", explica.

Ampliar

Saiba como evitar a contaminação em alimentos11 fotos

11 / 11
Siga a ordem correta de compra dos alimentos: primeiro, os produtos não-comestíveis, como utensílios e materiais de limpeza; segundo, os alimentos não-perecíveis e depois os perecíveis(carnes e outros produtos conservados sob refrigeração). Organize-se para que o tempo entrea compra dos alimentos perecíveis e seu armazenamento no domicílio não ultrapasse duas horas Getty Images

Se no frio o corpo precisa de mais energia para manter o calor interno – assim é normal sentir mais fome e preferir alimentos mais calóricos – no calor o processo é o inverso: sente-se menos fome e o gasto calórico é menor. Porém, não se deve passar o verão inteiro só à base de frutas e hortaliças. "Para ficar saciada, a pessoa deve procurar uma alimentação balanceada, incluindo nas refeições também uma fonte de carboidrato (como arroz, massas, batata) e de proteína (carnes brancas, de preferência)", recomenda a nutricionista clínica Roberta Soriano.

Fracionar as refeições, comendo a cada três ou quatro horas, evitando que se consuma grandes quantidades de alimentos de uma só vez, é outra dica para se sentir com mais energia. "É importante tomar cuidado com as quantidades ingeridas. Não exagerar no tamanho dos pratos, principalmente antes de dormir", recomenda Roberta.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LUTO NA MÚSICA
Sambista, ela era um dos principais nomes da música morre de Covid aos 49 anos
Até na chuva clamor por médico é realizado - Crédito: Reprodução Facebook LUTA PELA VIDA
COM COVID, Médico em estado grave recebe orações diárias em frente a hospital em MS
DIAS TERRÍVEIS
'Vamos viver dias terríveis': MS chega a média de 850 casos por dia e internações aumentam
DOURADOS - UNIGRAN
Com exames gratuitos para mulher, UNIGRAN recebe Unidade Móvel do Hospital de Amor em março
TOQUE DE RECOLHER
Governo prorroga toque de recolher e restrições seguem até 12 de março
AÇÕES DO GOVERNO MS
Parceria vai levar assist. documentação e benef. para 8 comunidades ribeirinhas na região pantaneira
VACINAS POR MUNICÍPIOS
Confira quantas doses de vacina contra a Covid cada município está recebendo neste 5º lote em MS
ALERTA EPIDEMIOLÓGICO
Covid-19: Brasil registra 1.541 mortes em 24 horas
CASO RARO
Filhote de cachorro nasce com seis patas e duas caudas
TRISTEZA NA FAMILIA
Pai e filho morrem de Covid-19 com poucas horas de diferença