Menu
SADER_FULL
terça, 24 de maio de 2022
SADER_FULL
Busca
INFECÇÃO FATAL

Criança de 7 anos morre após se contaminar em lago por ameba comedora de cérebro

Segundo especialistas, infecção é altamente perigosa e só há registro de cinco crianças que sobreviveram na América do Norte

18 Ago 2021 - 16h37Por Ric Mais

Um garoto, de apenas 7 anos, morreu no início deste mês após infecção por uma ameba comedora de cérebro. De acordo com familiares, o pequeno David Pruitt, que era morador da Califórnia, foi contaminado após brincar em um lago no condado de Tehama, no norte do estado. 

Criança de 7 anos morre após se contaminar em lago por ameba comedora de cérebro

(Foto: Reprodução/ Redes Sociais)

O protozoário chamado Naegleria fowleri geralmente é encontrado em água doce, com temperaturas altas e sem movimento. Lagos e rios são ideais para o contágio. Após entrar no organismo, pelo nariz, a ameba desenvolve no cérebro a doença chamada Meningoencefalite Amebiana Primária (PAM).

De acordo com especialistas, os casos são extremamente raros e mortais. Desde 1971, o estado da Califórnia teve apenas 10 casos confirmados. Por outro lado, a doença é devastadora. O Centro de Controle de Doença dos Estados Unidos (CFC), notificou que apenas cinco crianças sobreviveram na América do Norte.

 

aroto morre por ameba comedora de cérebro

história de David comoveu familiares, amigos e apoiadores que acompanharam a luta do garoto contra a doença. Com sintomas, a criança foi levada ao Pronto-Socorro no dia 30 de julho, mas logo encaminhada para o UC Davis Medical Center, onde recebeu suporte de aparelhos e iniciou o tratamento.

Familiares criaram uma página de financiamento coletivo na internet onde pediam ajuda, orações e atualizavam amigos sobre o estado de saúde. Segundo os pais, a doença causou um grande inchaço cerebral no garoto

A infecção ocorreu após a família visitar um lago em Tehama. Especialistas relataram que a ameba não é contraída ao beber água contaminada, e sim quando a o contato via nasal. Além disso, a doença não é contagiosa.

(Foto: Reprodução/ Redes Sociais)

Entre os sintomas estão fortes dores de cabeça, febre, náuseas e vômitos. O grande risco está na evolução da doença, que geralmente causa a morte dos pacientes em até duas semanas, como no caso de David.

Leia Também

FOTO: ARQUIVO FAMILIAR FÁTIMA DO SUL DE LUTO
Fátima do Sul se despede de Adalgisa Kintschev, família informa horário do velório
MAUS TRATOS EM ASILO
Polícia investiga supostos maus-tratos em asilo de MS com idosos presos a cadeiras de rodas
COVID-19 NO MS VOLTOU A SUBIR
Casos de covid voltam a subir, mas procura por doses de reforço da vacina cai 63% em MS
LIÇÕES DA BIBLIA
O enganador enganado
AQUEÇA UMA VIDA
Jateí e 35 municípios do MS vão receber cobertores doados pelo Governo Reinaldo Azambuja
COVID 19 FIM DE EMERGÊNCIA
Covid-19: Mato Grosso do Sul decreta fim da Emergência de Saúde Pública
BOLETIM CORONAVÍRUS FÁTIMA DO SUL - BOLETIM COVID-19
Casos de Covid disparam e semana fecha com números preocupantes em Fátima do Sul
Geada atingiu 12 cidades de MS - Crédito: Ricardo Mulinari / Top Mídia News MUITO FRIO NO MS
Geada é registrada em 12 cidades de MS com mínima de 1ºC
Jaynne durante uma internação - Crédito: Arquivo Pessoal DEODÁPOLIS - VAMOS AJUDAR
Jovem de Deodápolis com doença rara faz 'vakinha' para alugar aparelho respiratório e ir a faculdade
COMBATE A EXPLORAÇÃO SEXUAL
Operação prende 120 por exploração sexual e resgata garotas