Menu
SADER_FULL
quarta, 16 de junho de 2021
Busca
ALERTA EPIDEMIOLÓGICO

Covid-19: casos ativos e internações voltam a subir e SES alerta para variantes

A maioria dos indicadores da Covid-19 em Mato Grosso do Sul voltou a subir, e a circulação de variantes em países que fazem fronteira com o Estado, acende o alerta para a manutenção dos cuidados preventivos.

17 Mai 2021 - 13h41Por Portal do MS

A maioria dos indicadores da Covid-19 em Mato Grosso do Sul voltou a subir, e a circulação de variantes em países que fazem fronteira com o Estado, acende o alerta para a manutenção dos cuidados preventivos. 

Nesta segunda-feira (17), a Secretaria de Estado de Saúde (SES) anunciou mais 903 novos casos de Covid em Mato Grosso do Sul. Com este novo acréscimo, o total de pessoas infectadas desde o início da pandemia no Estado totaliza 266.139. 

Deste total, 12.542 casos são considerados ativos, estando 11.469 em isolamento domiciliar e outros 1.073 hospitalizados. 

De acordo com o boletim epidemiológico a média móvel, que oferece um panorama com base nos dados oficiais dos últimos 7 dias, indica que na última semana houve a confirmação de 1.252,9 casos diários no Estado. 

Os municípios que tiveram mais casos confirmados neste início de semana são: Campo Grande (+297), Dourados (+158), Ponta Porã (+50), Corumbá (+42) e Três Lagoas (+37). 

Diferente dos casos que voltaram a subir, os indicadores mostram uma leve queda no registro de óbitos. Nesta segunda-feira mais 28 sul-mato-grossenses entraram para estatística de mortes em decorrência da pandemia no Estado, que já vitimou 6.230 pessoas. Outros 14 estão em investigação. 

A média móvel indica a confirmação diária de 26,7 óbitos na última semana. Para se ter uma ideia, o recorde histórico é do mês passado, no dia 10 de abril essa mesma média estava em 56,7.

Ainda assim, a secretária adjunta da SES, Crhistinne Maymone, exemplificou a importância de analisar todos os dados e citou o fechamento da 19° semana, que encerrou no sábado com 205 mortes, no comparativo com anteriores. 

"Na 12° e na 13° semana que nós estávamos no pico e tivemos o decreto estadual, nós conseguimos nas semanas subsequentes reduzir o número de óbitos e de casos confirmados. Este mantra realmente é comprovado pela ciência: uso adequado das máscaras, higienização das mãos, e distanciamento social", ponderou. 

Outro dado relevante é a taxa de contágio que até sábado, 15 de maio, estava em 0,95, mas que voltou a aumentar e está em 0,96. "Essa semana nossa tarefa é baixar essa taxa de contágio", destacou. 

As internações também tiveram acréscimo De 928 internações registradas no dia 11 de maio, houve um aumento gradativo diário, e hoje está em 1.073. Sendo, 567 em leitos clínicos (394 públicos e 173 privados), e 506 leitos de UTI (390 públicos e 116 privados).

Ainda durante a live, Maymonne alertou que existem só duas formas de controlar a doença: sendo uma delas a autoproteção, com uso da máscara, limpeza das mãos, álcool em gel e evitar exposição ao risco, e  outra a vacina quando chegar o momento de cada um, e alertou para a circulação de variantes em países vizinhos. 

"Sabemos que já há variantes ao redor do nosso Estado. Argentina e Paraguai estão com novas variantes que vieram da Índia. O que posso fazer agora? Continuar me protegendo, e se chegou o meu momento me vacinar e continuar a proteção", alertou. 

Confira aqui todos os indicadores do boletim epidemiológico Covid atualizado desta segunda-feira, 17 de maio. 

Mireli Obando, Subcom

Foto: Saul Schramm

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Prefeitura de Dourados abre inscrição para contratar 19 médicos com salários de até R$ 8 mil
ANTECIPAÇÃO
Governo antecipa pagamento de parcelas do auxílio emergencial
100 RESTRIÇÕES
Quatro municípios já se recusam a seguir decreto estadual com restrições à covid
VIDEOCONFERÊNCIA
Com objetivo de transformar vidas, técnicas de inteligência emocional são ensinadas a reeducandos
NOTA OFICIAL SOBRE DECRETO ESTADUAL
Em Nota Oficial, Governo de MS alerta prefeitos que não aderiram ao Decreto Estadual
# FIQUE EM CASA
Variante em circulação no MS é 2,4 mais transmissível e esperança está nas medidas restritivas
100 NOÇÃO
Dourados tem famílias inteiras na rua e filas enormes após lockdown
MS - 7.517 MORTES
"Não há vagas em leito UTI na rede pública no Estado", alerta Geraldo
# PROTEJA-SE
Medidas restritivas tem surtido efeito, nº de casos positivos da Covid caiu para 74 em Fatima do Sul
SOB CONTROLE
Com mais de 12 mil vacinados da Covid-19, taxa de transmissão cai 66% em Fátima do Sul