Menu
SADER_FULL
sexta, 23 de abril de 2021
Busca
CORONAVIRUS EM JUTI

Com alta ocupação de leitos em MS, Juti proíbe até reuniões familiares

Prefeitura ampliou todas as medidas de restrição para conter Covid-19

5 Mar 2021 - 10h14Por Midiamax

A prefeitura de Juti,  ampliou as restrições para minimizar o avanço da pandemia de Covid-19. O decreto foi publicado na edição desta terça-feira (2) do Diário Oficial da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul).

Para determinar as novas medidas, o prefeito Gilson Cruz (PSD) considerou as orientações da SES (Secretaria de Estado de Saúde) e o aumento de casos na cidade. Além disso, ele citou que o Estado está com mais de 80% dos leitos de UTI ocupados.

Qualquer reunião com mais de sete pessoas será considerada aglomeração. Dessa forma, ficam proibidos eventos de qualquer natureza, até mesmo manifestações e reuniões particulares em residências.

Igrejas podem abrir com apenas 30% da capacidade. As celebrações devem durar  no máximo 1h30min e devem observar o toque de recolher, das 22h às 5h. O uso de máscara é obrigatório em todos os espaços públicos e privados.

Também está vedado o consumo de tereré, chimarrão, narguilé e bebidas alcoólicas em vias públicas, independente de horário. Competições esportivas não devem ser realizadas.

Salões de beleza e demais serviços estéticos só poderão atender mediante agendamento. Profissionais liberais, como advogados e arquitetos, devem obedecer normas de biossegurança como o distanciamento social de 1,5m.

Bares, restaurantes, lanchonetes, padarias e outros estabelecimentos desta natureza deverão manter distanciamento de 2m entre mesas e disponibilizar álcool em gel. Ambientes devem ter ventilação e higienização constante. Proprietários e funcionários devem evitar contato físico entre clientes.

O atendimento deve ser encerrado às 21h30 e as portas devem fechar às 22h. O sistema delivery não pode operar durante o toque de recolher. Os estabelecimentos que descumprirem as determinações podem ter o alvará suspenso.

Supermercados e assemelhados devem atender com 50% da capacidade e também encerrar as atividades às 22h, além de observar as medidas de biossegurança.

Velórios são limitados à participação de dez pessoas e não podem ter mais de duas horas de duração. Casamentos devem observar as regras referentes às igrejas, sendo vedada a realização de festas e recepções.

A violação da normativa acarretará em sanção conforme o Código Penal e multa que pode chegar a R$ 750. A Vigilância Sanitária e as forças de segurança estaduais garantirão o cumprimento do decreto.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRABALHO NA PANDEMIA
Ricardo Barros, líder do governo Bolsonaro, diz que 'só o professor não quer trabalhar na pandemia'
111841398 061018258 MS - 5.374 MORTES
Covid-19 impõe luto e tristeza a mais 39 famílias em MS
AJUDA DO GPS
Após ficar 30h desaparecida, médica é encontrada em ribanceira com ajuda de GPS de celular
BRASIL - 381.687 MORTES
Brasil passa de 380 mil mortes por Covid; mais de 3 mil delas foram registradas nas últimas 24 horas
images MS - 5.335 MORTES
Neste feriado, 53 pessoas morreram em decorrência da Covid-19 em Mato Grosso do Sul
LUTO NA EDUCAÇÃO
Após perder 03 professoras para o coronavírus, Escola decreta luto em MS
VENCERAM A COVID-19
Edival(Vidraçaria) e esposa Maria vencem a covid-19 e agradecem Hospital da SIAS de Fátima do Sul
VACINA RUSSA
Governador diz que consórcio vai adquirir 28 milhões da vacina Sputnik V
LUTO NA SAÚDE
Dias após perder os pais, médica de 36 anos morre de Covid-19
POLÍCIA MILITAR DE LUTO
PM DE LUTO: "Sorriso fácil e alto astral": a marca deixada pelo subtenente Lobo