Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 28 de fevereiro de 2021
SADER_FULL
Busca
CORONAVÍRUS NO MS

Casos de covid aumentam 81% e MP recomenda fechamento de escolas e igrejas em cidade de MS

Casos de covid aumentam 81% e MP recomenda fechamento de escolas e igrejas em cidade de MS

10 Nov 2020 - 19h07Por Campo Grande News

Depois de flexibilização, Porto Murtinho, a 431 Km de Campo Grande, vai voltar a fechar igrejas e escolas e ainda, reduzir o fluxo de pessoas nos estabelecimentos para apenas 30%. As medidas fazem parte de recomendação do MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) ao município.

Em quatro semanas, aumentou em 80% o número de mortes decorrentes de covid-19, saindo de cinco para nove. E o de casos saltou em 81%, de 161 para 292, entrando na bandeira cinza do Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança da Economia).

No último dia 5 de novembro, o próprio prefeito, Derlei Delevatti (PSDB) reclamou da situação, dizendo que foi obrigado a flexibilizar as normas por pressão popular, como você pode ler aqui.

Conforme a recomendação, o município tem 24 horas, após ser notificado, para proibir a “realização de reuniões e atividades religiosas que importem em aglomerações de pessoas no âmbito de qualquer instituição religiosa ou propriedade privada, independentemente do credo ou dogma”, ressaltando que não se trata de restrição à liberdade religiosa.

No mesmo período, a prefeitura de Porto Murtinho deverá determinar a suspensão das aulas nas escolas privadas, mas caso haja escolas que queiram permanecer abertas, “que seja notificada a apresentar justificativa escrita tecnicamente fundamentada, ficando a critério do Poder Executivo Municipal acolhe-la ou não.”

A recomendação ainda define que a prefeitura obrigue os estabelecimentos comerciais a realizarem revezamento e/ou sistema de rodízios em locais como “supermercados, bancos, lojas de conveniências, e congêneres, a fim de evitar a formação de filas de espera para atendimentos e aglomeração de pessoas”, detalha a publicação.

No caso der pousadas e hotéis, estes deverão manter ocupação de apenas 30%, “suspendendo eventos e festividades, devendo ser priorizados/estimulados o resguardo em seus quartos, evitando-se a circulação na área social de cada hotel, em razão do alto poder contaminante do COVID-19, e pelo amplo espectro de alcance de carga viral.”

Por fim, a recomendação emite a necessidade de que a prefeitura reforce a fiscalização via Vigilância Sanitária, setor de posturas e Polícia Militar, e que, caso haja desobediência às recomendações, que a situação seja levada à Promotoria de Justiça de Porto Murtinho para “adoção das providencias cabíveis.”

Deixe seu Comentário

Leia Também

LUTO NA MÚSICA
Sambista, ela era um dos principais nomes da música morre de Covid aos 49 anos
Até na chuva clamor por médico é realizado - Crédito: Reprodução Facebook LUTA PELA VIDA
COM COVID, Médico em estado grave recebe orações diárias em frente a hospital em MS
DIAS TERRÍVEIS
'Vamos viver dias terríveis': MS chega a média de 850 casos por dia e internações aumentam
DOURADOS - UNIGRAN
Com exames gratuitos para mulher, UNIGRAN recebe Unidade Móvel do Hospital de Amor em março
TOQUE DE RECOLHER
Governo prorroga toque de recolher e restrições seguem até 12 de março
AÇÕES DO GOVERNO MS
Parceria vai levar assist. documentação e benef. para 8 comunidades ribeirinhas na região pantaneira
VACINAS POR MUNICÍPIOS
Confira quantas doses de vacina contra a Covid cada município está recebendo neste 5º lote em MS
ALERTA EPIDEMIOLÓGICO
Covid-19: Brasil registra 1.541 mortes em 24 horas
CASO RARO
Filhote de cachorro nasce com seis patas e duas caudas
TRISTEZA NA FAMILIA
Pai e filho morrem de Covid-19 com poucas horas de diferença