Menu
SADER_FULL
sábado, 5 de dezembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Alerta

Bebidas energéticas mudam o modo como seu coração bate

3 Dez 2013 - 15h47Por Jornal Ciência

Isso pode significar aumento no risco de problemas no ritmo cardíaco, o que pode ser fatal. O alerta veio de pesquisadores que fizeram estudos com adultos saudáveis que consumiam essas bebidas, mostrando que as taxas de contração cardíaca aumentaram uma hora depois de consumo.

Isso significa que os compartimentos do coração que são responsáveis por bombearem o sangue para todo o corpo – como por exemplo o ventrículo esquerdo – tiveram mais dificuldade de contração.

Os cientistas alemães examinaram os efeitos da cafeína e da taurina em bebidas como o Red Bull em 18 adultos com média de idade de 27 anos.

Cada voluntário foi submetido a exames de ressonância magnética do coração antes e uma hora depois de consumir uma bebida contendo 400 mg/100ml de taurina e 32 mg/100ml de cafeína.

Após o consumo, os participantes tiveram um aumento significativo no pico de tensão e contratilidade no ventrículo responsável por receber o sangue oxigenado dos pulmões, bombeando-o para a aorta que irá distribui-lo por todo o corpo.

Até agora, não sabemos exatamente o efeito dessas bebidas energéticas têm sobre a função do coração”, disse o Dr. Jonas Dorner, responsável pela sessão de imagem cardiovascular da Universidade de Bonn, na Alemanha.

Geralmente elas contêm taurina e cafeína como seus principais ingredientes farmacológicos. A quantidade de cafeína é três vezes maior do que outras bebidas comuns com cafeína, como café ou coca-cola”, disse.

Ele prossegue: “Há muitos efeitos secundários conhecidos associados com uma alta ingestão de cafeína, incluindo palpitações, aumento na pressão arterial e, em casos mais graves, convulsões e morte súbita”.

Ele ainda ressalta que a Ciência precisa de mais estudos para entender os mecanismos que influenciam o corpo após tomar as bebidas energéticas. No entanto, embora existam riscos a longo prazo para o coração, o Dr. Dorner comentou que o consumo dessas bebidas em crianças possui efeitos não relatados e completamente desconhecidos.

Ele ressaltou também que pessoas com arritmia cardíaca devem evitar essas bebidas. A mistura dos energéticos com bebidas alcoólicas estimula e agrava os problemas cardíacos.

Há preocupação sobre o fato desses produtos terem efeitos colaterais sobre a função do coração, especialmente em adolescentes e jovens, mas existe pouca regulamentação de vendas nessas bebidas”.

O estudo foi apresentado na reunião anual da Sociedade Radiológica da América do Norte (RSNA).

Deixe seu Comentário

Leia Também

PREOCUPANTE
Com mais 1.197 exames novos, coronavírus atinge 103.433 pessoas em MS
RARIDADE
Bebê nasce de embrião congelado por 27 anos
GUERRA CONTRA COVID-19
Só 418 mil de 2,8 milhões de sul-mato-grossenses serão vacinados em 2021
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo de MS convoca 19 candidatos de três processos seletivos da Saúde
DOURADOS -125 MORTES
Com mais três mortes por covid-19, óbitos em Dourados chegam a 125
FÁTIMA DO SUL - CORONAVÍRUS
Após funcionária testar positivo para o coronavírus, Gazin fecha pela 2ª vez em Fátima do Sul
ALERTA VERMELHO
Naviraí entra na pior faixa de risco para Covid-19
VACINA COVID 19
Brasil recebe 1 milhão de doses da vacina contra Covid-19
MS - 1.804 MORTES
Com 1,1 mil confirmados em 24h, MS tem 102,2 mil casos e 1,8 mil mortes por coronavírus
CORONAVÍRUS EM MS
Prosseguir: Governo volta a registrar municípios em grau de risco extremo