Menu
SADER_FULL
quinta, 5 de agosto de 2021
Busca
DOURADOS -SAÚDE pública

Após três dias de espera por leito, paciente ‘internado’ em poltrona morre no HV e Dourados

Devido a complicações decorrentes de uma pancreatite

8 Out 2014 - 09h25Por Dourados News

Devido a complicações decorrentes de uma pancreatite, Jailson Alves Batista, 35, faleceu ontem no Hospital da Vida, em Dourados, após uma espera de três dias por internação em um leito. Conforme publicado ontem no Dourados News, a família de Batista aguardava desde domingo (5) por uma solução, e o paciente estava ‘internado’ em uma poltrona.

Ainda de acordo com a família, no caso de Batista, era necessária uma intervenção cirúrgica, mas um pedido feito ao HU (Hospital Universitário) pela internação e consequente realização do procedimento cirúrgico foi negado.

No fim da tarde de ontem, a administração do HV conseguiu disponibilizar um leito para o paciente, mas ele acabou não resistindo à doença e falecendo poucas horas depois.

Procurado pelo Dourados News, o secretário municipal de saúde, Sebastião Nogueira, disse que ao tomar conhecimento do caso foi pessoalmente até o HV. Nogueira admitiu o problema de déficit de leitos da unidade de saúde, e que não há como resolver isso em curto prazo.

“É um problema crônico, porque o hospital é pequeno para Dourados, e não atende apenas os pacientes daqui, mas também da região. Não tem como resolver. Precisamos de outro hospital, e isso vai ser muito bem vindo, mas vai demorar, infelizmente”, disse o secretário, referindo-se ao Hospital Regional de Dourados, cuja obra ainda não foi iniciada. Na semana passada, a licitação para a escolha da empresa responsável pelo empreendimento foi realizada.

Sobre o caso de Batista, Nogueira disse que ele não faleceu por estar ‘internado’ em uma poltrona, e sim devido a complicações da doença. “Ele morreu por causa da doença, não por estar acomodado em uma poltrona e não em um leito. Ele estava sendo assistido pelo mesmo médico que o atenderia no leito, e com os mesmos cuidados, sendo medicado, fazendo exames, e devidamente acompanhado”, justificou o secretário.

O Dourados News fez contato com a assessoria de comunicação da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) para obter informações sobre o porquê do HU não ter acolhido o paciente em um leito e também para a realização de cirurgia. No entanto, até a publicação desta matéria, não houve retorno.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FATO OU FAKE - FRIO
Nova onda de frio?, fato ou fake, confira a previsão
VACINA NO MS
Cidades de MS começam a dispensar doses da vacina contra Covid
AÇÕES DO GOVERNO MS
No aniversário do São Julião, governador anuncia recursos para criação do Hospital do Idoso
AÇÕES DO DEPUTADO BARBOSINHA
Barbosinha celebra 80 anos do Hospital São Julião contabilizando emenda para entidade
MS - 9.026 MORTES
Com 506 casos novos e 23 mortes, MS tem 358,4 mil infectados pela covid
FÁTIMA DO SUL - CIA DO BICHO
Entenda o que é cinomose e como proteger seu melhor amigo, a Cia do Bicho te dá às dicas
Mato Grosso do Sul deve receber Pfizer e Coronavac neste fim de semana - Bruno Henrique + VACINA
Confira quantas doses do lote de 62 mil vacinas contra Covid Fátima do Sul e cidades do MS recebe
BRASIL - 20.026.502 INFECTADOS
Brasil ultrapassa 20 milhões de casos de covid-19
DIA NACIONAL DA SAUDE
No Dia Nacional da Saúde, MS tem balanço positivo nos investimentos em hospitais e combate à Covid
IMUNIDADE COLETIVA
Com 80% de taxa de vacinação, MS atinge "imunidade coletiva" da população indígena