Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 9 de março de 2021
SADER_FULL
Busca
saúde

Anvisa suspende venda de pipoca com substância cancerígena

24 Out 2013 - 17h37Por Folha

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) proibiu a distribuição e a comercialização de um lote da pipoca da marca Brasileira. A decisão foi publicada no "Diário Oficial da União" desta quinta-feira (24).

Análise feita pelo Instituto Octávio Magalhães da Fundação Ezequiel Dias, em Belo Horizonte (MG), constatou que um dos lotes da marca contém uma quantidade de aflatoxina acima do limite máximo aceito pelas regras brasileiras.

Segundo a ANS, a aflatoxina é uma substância produzida por um fungo que, em grandes concentrações, pode ter efeito cancerígeno. O lote com problema é o de número 123 que foi fabricado em 1º de abril deste ano com validade até 1º de março de 2014.

A Folha não conseguiu contato com o fabricante do produto.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geraldo Resende em live do Governo do Estado, recentemente (Foto: Arquivo/Reprodução) AVANÇO DO CORONAVÍRUS EM MS
Secretário defende toque de recolher às 20h e suspensão das aulas em MS
TRISTEZA E COMOÇÃO
Vitimas da Covid-19, pai e filho são sepultados no dia
AUXILIO POPULAÇÃO
Auxílio emergencial: valores serão de R$ 175, R$ 250 e R$ 375, diz Guedes
SOS MATO GROSSO
Mato Grosso anuncia colapso e pede socorro, mas estados dizem que não têm vaga para ajudar
AÇÕES DO GOVERNO MS
Em evento na Assomasul, Riedel destaca ações de combate à pandemia
CORONAVIRUS EM FATIMA DO SUL
Segunda feira tem 02 casos e 07 internados pela Covid-17 em Fátima do Sul
óbitos BOLETIM CORONAVÍRUS EM MS
Homem de 37 anos está entre os 25 óbitos por coronavírus nas últimas 24h em MS
INVESTIMENTOS NA SAÚDE
Hospital da Mulher da Criança será entregue hoje em Dourados
MULHERES VALOROSAS
Na linha de frente, mulheres fazem gestão de excelência no combate da pandemia da Covid-19
HOSPITAL SERÁ ENTREGUE HOJE
Hospital da Mulher e da Criança será referência no atendimento para região da Grande Dourados