Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 4 de dezembro de 2020
SADER_FULL
Busca
ZANZI
saúde

Anvisa proíbe venda de lote de suplemento proteico para atletas

Em fevereiro, a Anvisa proibiu a venda de 20 lotes de suplemento de proteína

19 Mar 2014 - 10h39Por R7

Resolução da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) publicada nesta quarta-feira (19) no Diário Oficial da União proíbe a distribuição e a comercialização, em todo o território nacional, do lote 156/12 do produto Suplemento Proteico para Atletas, marca 100% Whey Protein, data de fabricação 2/12/2012, data de validade 2/12/2014, fabricado por Vulgo Suplementos Indústria de Alimentos Ltda.

De acordo com o texto, a decisão foi tomada levando em consideração laudo emitido pela Fundação Ezequiel Dias que apresentou resultado insatisfatório para ensaio de carboidratos, por ter sido detectada quantidade superior em mais de 20% ao valor declarado no rótulo do produto.

Em fevereiro, a Anvisa proibiu a venda de 20 lotes de suplemento de proteína, pois a composição real dos produtos era diferente da informada na rotulagem, o que caracterizou fraude contra o consumidor e prática desleal de comércio. Alguns desses produtos também apresentaram alterações no ensaio de carboidratos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PREOCUPANTE
Com mais 1.197 exames novos, coronavírus atinge 103.433 pessoas em MS
RARIDADE
Bebê nasce de embrião congelado por 27 anos
GUERRA CONTRA COVID-19
Só 418 mil de 2,8 milhões de sul-mato-grossenses serão vacinados em 2021
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo de MS convoca 19 candidatos de três processos seletivos da Saúde
DOURADOS -125 MORTES
Com mais três mortes por covid-19, óbitos em Dourados chegam a 125
FÁTIMA DO SUL - CORONAVÍRUS
Após funcionária testar positivo para o coronavírus, Gazin fecha pela 2ª vez em Fátima do Sul
ALERTA VERMELHO
Naviraí entra na pior faixa de risco para Covid-19
VACINA COVID 19
Brasil recebe 1 milhão de doses da vacina contra Covid-19
MS - 1.804 MORTES
Com 1,1 mil confirmados em 24h, MS tem 102,2 mil casos e 1,8 mil mortes por coronavírus
CORONAVÍRUS EM MS
Prosseguir: Governo volta a registrar municípios em grau de risco extremo