Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 28 de novembro de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
saúde - estudo

Antisséptico bucal 3 vezes ao dia aumenta risco de câncer

O resultado apoia estudo australiano de 2009 que relacionou o produto com o risco da doença

8 Abr 2014 - 07h49Por Terra

Se você usa antisséptico bucal mais de três vezes ao dia, talvez seja melhor rever o hábito. De acordo com pesquisa da Faculdade de Odontologia da Universidade de Glasgow, na Escócia, o excesso do produto pode aumentar risco de câncer de boca e garganta. Os dados são do jornal Daily Mail.

O resultado apoia um estudo australiano de 2009 que disse que havia “provas suficientes” de que enxaguantes bucais com álcool contribuem para um aumento da probabilidade da doença, porque permitiriam que substâncias causadoras de câncer penetrassem na mucosa da boca com mais facilidade.

No novo levantamento, avaliaram 1.962 pacientes com câncer e 1.993 pessoas saudáveis ​​em 13 centros de nove países. Constatou-se também que aqueles com problemas de saúde oral, incluindo os com dentaduras e gengivas sangrando persistentemente, estavam em maior risco.

publicidade

Os cientistas acrescentaram que pode haver uma ligação entre os bochechos excessivos e as pessoas que os utilizam para mascarar o cheiro de fumo e álcool, fatores de risco para o câncer oral.

Eles não foram capazes de analisar os tipos de antisséptico bucal causadores do problema, porque eram usados ​​há muitos anos pelos voluntários. “Não aconselharia o uso rotineiro de antisséptico bucal. Para mim, tudo que é necessário, em geral, é uma boa escovação regular com creme dental com flúor e fio dental combinada com check-ups regulares por um dentista”, disse o dentista David Conway. “Há ocasiões e condições para que um dentista prescreva um antisséptico bucal. Pode ser que um paciente tenha um baixo fluxo salivar por causa de uma condição particular ou medicamento que está tomando.”

O professor Damien Walmsley, assessor da Associação Dental Britânica, disse que o estudo não foi conclusivo. “Infelizmente, esse comportamento não pode ser dissociado de pessoas que negligenciam a sua higiene oral e raramente, ou nunca, visitam o dentista, como o estudo sugere. Ele também destaca que as pessoas que estão em risco de desenvolver esses tipos de câncer podem estar usando bochechos à base de álcool de forma inadequada para disfarçar fumo ou álcool.”

Deixe seu Comentário

Leia Também

FESTONA NA PANDEMIA
Guarda Municipal acaba com 'festona' em flagrante com 119 adolescentes em MS
FÁTIMA DO SUL - BOLETIM COVID-19
USE MÁSCARA: Mais 08 positivos e 143 suspeitos nas últimas 24h em Fátima do Sul
DOURADOS - LEITOS LOTADOS
Dourados tem leitos de UTI's lotados e prefeitura aumenta toque de recolher e manda fechar clubes
CORONAVÍRUS EM MS
MS registra 6 óbitos por coronavírus em 24 horas, com 1.754 mortes desde o início da pandemia
FÁTIMA DO SUL plantão coronavírus FÁTIMA DO SUL - BOLETIM CORONAVÍRUS
CORONAVÍRUS: Com 115 casos suspeitos, novos casos positivos são registrados em Fátima do Sul
WEBINÁRIO DESTA SEXTA-FEIRA
'Dengue, Zika e Chikungunya: Os Desafios Enfrentados no momento da Pandemia' é o tema do webinário
ativos FÁTIMA DO SUL - MAPEAMENTO
Confira o mapeamento de onde estão os 53 casos ativos em Fátima do Sul
JATEÍ - ALERTA TOTAL
Jateí não está imune a 2ª onda, alerta secretário que pede atenção total contra coronavírus
CORONAVÍRUS EM MS
Internações por Covid-19 aumentam em MS, comprometendo disponibilidade de leitos
Fátima do Sul e Culturama - coronavírus MAIO FÁTIMA DO SUL - BOLETIM CORONAVÍRUS
TENSO: Mais 19 casos positivos nas últimas 24h em Fátima do Sul, 08 só em Culturama