Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 16 de junho de 2024
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Busca
política

Senado aprova proibição da cobrança de material escolar de uso coletivo

15 Out 2013 - 17h19Por Folha

O Senado aprovou nesta terça-feira projeto que proíbe as escolas e instituições de ensino de cobrarem dos alunos e pais o fornecimento de material escolar de uso coletivo. Pelo projeto, as mensalidades já devem incluir os gastos necessários para os materiais coletivos --sem a necessidade de serem fornecidos pelos estudantes.

Também fica proibida a cobrança adicional, nas mensalidades, de valores para a compra desses materiais.

O projeto foi aprovado nesta terça-feira, em caráter terminativo, pela Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle do Senado. O texto segue para sanção da presidente Dilma Rousseff se não houver recurso para ser votado no plenário do Senado.

O projeto torna nulas as cláusulas dos contratos firmados entre os pais/alunos e as escolas que determine o fornecimento dos materiais coletivos --ou que insira os custos nos cálculos do valor das mensalidades.

"É evidente que a cobrança de materiais escolares inserida no valor da mensalidade escolar caracteriza abuso ao consumidor, identificado no direito econômico como abuso de dependência econômica, pelo qual o fornecedor de contrato de prestação continuada de médio e longo prazo impõe ao consumidor do serviço custos extras e adicionais, de forma abusiva e injustificável", disse a senadora Ana Rita (PT-ES), relatora do projeto.

Autor da proposta, o deputado Chico Lopes (PCdoB-CE) disse que a cobrança de material de uso coletivo é abusiva, por isso a mudança na legislação é necessária. O deputado citou como exemplo de materiais cobrados pelas escolas papel higiênico, álcool, flanela e outros produtos de limpeza.

"Não precisamos ser especialistas em educação para sabermos que esses referidos itens não são considerados materiais didáticos, uma vez que seus custos já estão totalmente embutidos nas mensalidades que os pais pagam à escola. A sua responsabilidade é exclusivamente da instituição de ensino", diz o deputado ao justificar o projeto.

Participe do nosso canal no WhatsApp

Clique no botão abaixo para se juntar ao nosso novo canal do WhatsApp e ficar por dentro das últimas notícias.

Participar

Leia Também

Fotos: Bruno Rezende AÇÕES DO GOVERNO DE MS
No aniversário de Três Lagoas, Governo do Estado anuncia quase R$ 17 milhões em obras de pavimentaçã
FOTOS: GEONE BERNARDO VICENTINA 37 ANOS - FOTOS
Confira as FOTOS do Camarim e Show com Guilherme e Santiago nos 37 Anos de VICENTINA
Seca: Rio Perdido vira 'deserto de areia' e assusta moradores em MS - Foto: g1/MS SECA VIOLENTA
SECA NO MS: Rio Perdido vira 'deserto de areia' e assusta moradores
Fotos: Bruno Rezende AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Com apoio do Governo, Expotrês apresenta novas tecnologias do agro e leva entretenimento ao público
Fotos: Saul Schramm AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Para infraestrutura, Governo de MS realiza obra que soluciona enchente em Batayporã

Mais Lidas

FOTOS: DHIONE TITO / FÁTIMA NEWSVICENTINA 37 ANOS - FOTOS
Confira as 02 galerias de FOTOS do Público e Show com Simone Mendes nos 37 anos de VICENTINA
Vicentina
Festividades dos 37 Anos de Vicentina-MS trazem grandes atrações, põe na quadrada do Balanço Geral
Fotos: AssessoriaFÁTIMA DO SUL - CIA DO BICHO 14 ANOS
Cia do Bicho comemora 14 anos e empresários agradecem Fátima do Sul e toda região pelo acolhimento
FOTO; BLOG FAVO DE MELVICENTINA DE LUTO
Vicentina de luto, morre Hilton Nunes, família informa sobre velório e sepultamento
Cláudia morreu no início da madrugada; Foto: Nelson Gabiati; Montagem: Ligado Na NotíciaNÃO RESISTIU
NOTÍCIA TRISTE: Mulher que estava de moto e bateu em caminhonete morre no Hospital