Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 5 de dezembro de 2020
SADER_FULL
Busca
CIA DO BICHO
CAMPO GRANDE

Por 21 votos a oito, vereadores aprovam Comissão que pode cassar Alcides Bernal

Numa sessão tensa, com traições na base aliada e na oposição

15 Out 2013 - 12h06Por Campo Grande News

Numa sessão tensa, com traições na base aliada e na oposição, a Câmara Municipal de Campo Grande aprovou, por 21 votos a favor e 8 contra, a instalação da Comissão Processante para investigar o prefeito Alcides Bernal (PP). Os parlamentares irão investigar as denuncias apresentadas no relatório da CPI do Calote e podem cassar o mandato do prefeito.
Os vereadores Chocolate (PP) e Professora Rose (PSDB) que estavam na base do prefeito votaram a favor da investigação. Edson Shimabukuro (PTB), que vinha ensaiando uma aproximação com Bernal, também votou pela investigação.

Rose havia dito que sua posição seria a escolhida pelo partido, enquanto que Chocolate teria dito antes que seu mandato pertencia ao povo e não ao prefeito. Ele ainda disse que a Justiça vai julgar as denúncias contra Bernal.

Os vereadores da oposição Vanderlei Cabeludo (PMDB), Carla Stefanini (PMDB), Mário Cesar, Paulo Siufi (PMDB), Chiquinho Telles (PSD), Coringa (PSD), Delei Pinheiro (PSD), Flavio César (PT do B), Eduardo Romero (PT do B), Otávio Trad (PT do B), Chocolate, Dr. Jamal (PR), Grazielle Machado (PR), Juliana Zorzo (PSC), Professora Rose (PSDB), Alceu Bueno (PSL), Airton Saraiva (DEM), Paulo Pedra (PDT), Eng° Edson (PTB), Eliseu Dionísio (SDD) e Edil Albuquerque (PMDB).

Contra o pedido votaram Zeca do PT, Alex do PT, Airton Araujo (PT), Cazuza (PP), João Rocha (PSDB), Luisa Ribeiro (PPS), Carlão (PSB) e Gilmar Neri (PRB).

Carlão, que vinha integrando o grupo de oposição, surpreendeu e votou a favor do prefeito. Ele disse que não via uma pressão semelhante desde 1983. Juliana disse que votou a favor porque o prefeito lhe garantiu que não há nenhuma irregularidade. “Então não há o que temer numa investigação”, justificou-se.

O líder do prefeito, Alex do PT, reagiu a aprovação dizendo que o grupo não vai abaixar a cabeça.

 
Populares se dividiram sobre o pedido de investigação do prefeito de Campo Grande (Foto: Cleber Gellio)Populares se dividiram sobre o pedido de investigação do prefeito de Campo Grande (Foto: Cleber Gellio)

Deixe seu Comentário

Leia Também

AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo de MS enviou projeto à Assembleia que garante segurança jurídica e inovação aos empresários
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo de MS convoca 19 candidatos de três processos seletivos da Saúde
INVESTIMENTOS DO GOVERNO MS
Parque dos Poderes vai ganhar primeira revitalização em mais de três décadas
NOVOS PRAZOS
Detran-MS alerta para retomada de prazos que estavam suspensos por conta da pandemia
NOTA PREMIADA MS
No combate à sonegação fiscal, Nota MS Premida distribui R$ 3 milhões em prêmios
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Conselho do PPI qualifica relicitação das concessões da Malha Oeste e da BR-163
128177839_3626238317444161_664616014474920901_o AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Reinaldo Azambuja destaca realização do sonho da casa própria para cerca de 23 mil famílias de MS
PRORROGADO
Deputado Barbosinha articula com governo e consegue prorrogar validade do concurso da Agepen
VALORIZAÇÃO
Com 13º integral pela primeira vez, professora da REE agradece pela valorização dos convocados em MS
EM BRASÍLIA
Em Brasília, Reinaldo Azambuja pede inclusão de rodovia Sul-fronteira no Orçamento da União