Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 30 de julho de 2021
Busca
AQUEÇA UMA VIDA

Com 80 mil unidades, cobertores entregues pelo Governo de MS vão aquecer famílias nos 79 municípios

O Governo do Estado já entregou 410 mil cobertores para todos os municípios de Mato Grosso do Sul

17 Jun 2021 - 09h01Por Leomar Alves Rosa, Sedhast

Começou nesta quianta-feira (17) a entrega de 80 mil cobertores adquiridos pelo Governo do Estado para os 79 municípios de Mato Grosso do Sul. A ação, conduzida pela secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), teve a participação do governador Reinaldo Azambuja..

A campanha "Aqueça uma Vida" já é um marco e anualmente esperada pelas famílias sul-mato-grossenses. Desde 2020, devido ao cenário de pandemia, a entrega aos municípios obedece rígido cronograma e olhar atento às normas de segurança.

"Começamos hoje a entrega dos cobertores aos 79 municípios de Mato Grosso do Sul, são peças que vão atender indígenas , assentados e as comunidades do Estado com famílias mais vulneráveis.  É mais uma ação do Estado atendendo as demandas da população, em parceria com as cidades sul-mato-grossesnsses", resslatou o governador Reinaldo Azambuja que deu inmício às primeiras entregas.A campanha idealizada pelo Governo de Mato Grosso do Sul conta o envovimento de toda a estrutura estadual 

Mato Grosso do Sul já entregou 410 mil cobertores para a população carente do Estado durante os últimos anos de campanha. "Neste ano o sistema foi diferente dos anos passados por causa da pandemia da Covid-19. Evitamos fazer as entregas pessoalmente aos prefeitos por causa da pandemia, mas isso não impediu o Governo de MS fazer essa entrega para a pupulação e sei que cada gestor fará chegar às famílias a nossa entrega", completou Reinaldo Azambuja.

Com recursos do Fundo de Investimento Social (FIS), foram 80 mil unidades adquiridas, totalizando um investimento de R$ 2.671.200,00. Cada unidade saiu por R$ 33,39, entregues pela empresa Altomax comércio de meias e cobertores, importação e exportação Eireli. O cobertor é do tipo casal, sendo o material de manta em microfibra, 100% poliéster, com medida mínima de 1,80 x 2,20 e gramatura mínima 190 g.

“Já ultrapassamos a marca de 400 mil cobertores, com a entrega deste ano, desde o início de nosso governo. São cobertores de qualidade, que foram minuciosamente analisados por nossa equipe e que garantirão mais conforto e dias mais quentes para as nossas famílias em vulnerabilidade social. O Governo do Estado, por meio da Sedhast e o trabalho em conjunto com outras pastas, vem olhando com muito carinho e atenção para cada família de nosso Mato Grosso do Sul, principalmente neste período de pandemia. São um conjunto de ações, que no final, acabam dando mais segurança para quem vive aqui”, destacou a titular da Sedhast, Elisa Cleia Nobre.

A distribuição entre os municípios é proporcional ao número de famílias em situação de vulnerabilidade social, de extrema pobreza, de acordo com Cadastro Único (CadÚnico); distribuição por porte do município; e presença de população indígena no território conforme dados do IBGE 2010 e o Distrito Sanitário Especial Indígena de Mato Grosso do Sul, considerando também o porte municipal. A partilha foi deliberada pelo Conselho Estadual de Assistência Social de MS (CEAS) e pactuada na Comissão Intergestores Bipartite da Assistência Social de MS (CIB).

Conforme publicação no Diário Oficial do Estado (DOE/MS), 10.445, a partir da página 32, Campo Grande receberá 14.534 cobertores, Dourados 5.052, Três Lagoas 3.038 e Corumbá 3007. A relação completa, por município, pode ser conferida na publicação.

Cobertores-Municípios-Fto-Chico Ribeiro

Para a presidente do Colegiado Estadual de Gestores Municipais de Assistência Social (Coegemas/MS), Rosane Moccelin, a entrega dos cobertores para as famílias do estado é de fundamental importância, principalmente neste momento de pandemia. “Muitas famílias viram sua renda diminuir com a pandemia e a entrega dos cobertores, além de aguardada, também representa um alívio financeiro. Em nossos Centros de Referência em Assistência Social (Cras) a procura já é esperada quando se aproxima a época de entrega desses cobertores”, destacou, enfatizando ainda o permanente compromisso do Governo do Estado em repasses pelo Fundo Estadual de Assistência Social (Feas).

Do total de 80 mil cobertores, 1,5 mil unidades serão entregues à Defesa Civil de MS, para atendimentos específicos do órgão, que muitas vezes alcança localidades de difícil acesso e atua em situações de calamidade. Essa destinação também foi pactuada na CIB MS.

Obedecendo a programação estabelecida pela Sedhast, cada município está retirando o número de cobertores estipulado no depósito localizado na sede do Programa Rede Solidária, do Jardim Noroeste e também no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, ambos em Campo Grande.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PAGAMENTO NA CONTA
Governo de MS deposita folha de julho nesta sexta e injeta R$ 408 milhões na economia
NOVA ANDRADINA
Sindicatos rurais da regional de Nova Andradina alinham demandas de infraestrutura prioritárias
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Em Rio Brilhante, Riedel assina ordem para recapeamento de avenida e visita obras Corpo de Bombeiros
PAGAMENTO AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo paga servidores neste fim de semana; folha de julho injeta R$ 408 milhões na economia
DEPUTADO BARBOSINHA AÇÕES DEPUTADO BARBOSINHA
Barbosinha destina R$ 650 mil em emendas na saúde para 16 cidades
REINALDO AZAMBUJA - VOLTA ÀS AULAS VOLTA ÀS AULAS EM MS
AULAS PRESENCIAIS: Escola estão prontas e preparadas para receber os alunos, destaca governador
CRISE HÍDRICA
Novas fontes preparam MS para a crise hídrica, ressalta governador
USINA REATIVADA
Reativação de usina ajuda na geração de empregos, ICMS e produção de energia, diz governador
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Riedel: 'Ilumina Pantanal levará desenvolvimento para milhares de pantaneiros'
Governador Reinaldo Azambuja destacou viés social do programa Ilumina Pantanal (foto: Edemir Rodrigues) AÇÕES DO GOVERNO DE MS
MS é referência nacional em energia renovável, diz ministro de Minas e Energia