Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 5 de julho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
BOLSONARO

Bolsonaro diz que imprensa poderia ser um partido: ''Ia ficar à esquerda''

Um dia após nova polêmica, presidente não falou com jornalistas, mas criticou veículos junto aos apoiadores que o aguardavam na porta do Planalto

19 Fev 2020 - 11h16Por Correio Braziliense

O presidente Jair Bolsonaro não concedeu entrevistas, na manhã desta quarta-feira (19/2), ao sair do Palácio do Planalto. No entanto, criticou a imprensa junto aos apoiadores que o aguardavam na saída. “Que imprensa nós temos no Brasil… Podia logo a imprensa ser um partido político, ia ficar à esquerda do PT [Partido dos Trabalhadores]”.

Ele disse ainda ''sonhar com uma imprensa independente''. “Tem alguns veículos bons, para não generalizar”, concluiu. A fala ocorre um dia após o chefe do Executivo ter ofendido a jornalista da Folha de S. Paulo Patrícia Campos Mello, com uma insinuação sexual ao comentar o depoimento na CPI das Fake News no Congresso, feito por Hans River, ex-funcionário da Yacows, uma agência de disparos de mensagens em massa por WhatsApp.

“No depoimento do Hans River no final de 2018 para o Ministério Público, ele diz do assédio da jornalista em cima dele. Ela [repórter] queria um furo. Ela queria dar um furo a qualquer preço contra mim”, disse rindo. Ainda messa terça-feira (18/2), o presidente voltou a abordar o assunto e “parabenizou” os veículos de comunicação por repercutirem a sua fala, dando a entender que tudo não passou de uma interpretação errada. Entidades da classe jornalística repudiaram em peso a atitude do presidente

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

VICENTINA - 200 MÁSCARAS
VICENTINA: Secretaria de Assistência Social recebe doação de 200 máscaras da ACIFAS
ELEIÇÃO MUNICIPAL 2020
Campanha eleitoral de 2020 deve ser proibido comícios e aglomerações
GOVERNO DE MS
TÁ NA CONTA: saques de salários dos servidores estaduais já estão disponíveis
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Devido a pandemia, Governo de MS prorroga medidas de apoio aos empresários
AÇÕES DO DEPUTADO BARBOSINHA
Barbosinha ajuda levar asfalto para comunidade indígena na região da Missão Caiuá
100 MÁSCARAS
Bolsonaro veta obrigação do uso de máscara em igrejas e lojas
CONFLITO
Venezuela: operações de segurança deixam 1,3 mil mortos em cinco meses
AÇÕES ONEVAN DE MATOS
Onevan assegura construção de poço artesiano em aldeia de Tacuru
100 AGLOMERAÇÃO
Prefeitura prorroga por mais 10 dias decretos sobre funcionamento do comércio e igrejas em Dourados
HOMENAGEM PÓSTUMA
Barbosinha homenageia Miguel Yoneda médico de Dourados morto pela Covid-19