Menu
SADER_FULL
domingo, 28 de fevereiro de 2021
SADER_FULL
Busca
campo grande

Bernal presta depoimento hoje e será julgado até o dia 30 de dezembro

16 Dez 2013 - 07h57Por Mídia Max

O prefeito Alcides Bernal (PP) viverá nesta segunda-feira (16) um dia decisiva para o futuro dele frente à Prefeitura de Campo Grande. Após conseguir adiar por três vezes, o prefeito não deve escapar da oitiva com a Comissão Processante, marcada para as 9 horas de hoje.

O presidente da comissão, Edil Albuquerque (PMDB), confirmou a oitiva, justificando que não há nenhum impedimento jurídico e nenhuma ligação do prefeito, avisando que não vai. A oitiva de Bernal estava marcada para o dia 25 de novembro, mas ele conseguiu derrubar por meio judicial. Após isso, ainda desmarcou duas outras vezes, alegando, primeiramente, incompatibilidade de agenda do advogado, e depois um problema de saúde.

Edil explica que a comissão passou o fim de semana estudando as perguntas a serem feitas ao prefeito para investigar a denúncia feita por Raimundo Nonato e Luiz Pedro Guimarães. Bernal é investigado por suposto favorecimento as empresas Megaserv, Salute e Jagás em contratos firmados com a prefeitura.

Após a oitiva Bernal ainda terá até o dia 23 de dezembro para enviar a comissão uma defesa por escrito. Edil explica que em reunião com a comissão, ficou decidido que o julgamento de Bernal acontecerá no dia 27 ou 30 de dezembro, em data a ser confirmada com o presidente da Câmara, Mário César (PMDB).

Na sessão de julgamento, serão lidas as peças requeridas por qualquer dos vereadores e pelos denunciados, e, a seguir, os que desejarem, poderão manifestar-se verbalmente, pelo tempo máximo de 15 (quinze) minutos cada um. Após pronunciamento dos vereadores, o prefeito ou o procurador terá prazo de duas horas para fazer a defesa oral.

Após a defesa, os vereadores farão a votação nominal, onde Bernal precisará de 10 dos 29 votos para não ser cassado. Concluído o julgamento, o presidente da câmara proclamará imediatamente o resultado e fará lavrar ata que consigne a votação nominal sobre cada infração. Havendo condenação, expedirá um decreto legislativo de cassação do mandato de prefeito. Caso os vereadores absolvam o prefeito, o processo será arquivado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Com novo cronograma, complexo hospitalar de Corumbá está com 85% de sua estrutura pronta
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Inédita no país, granja em Dourados usa ração líquida e novas tecnologias da Suinocultura 4.0
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo de MS paga R$ 392 milhões em salários nesta segunda-feira
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Mineradora anuncia projeto de R$ 40 milhões para extração de basalto em Inocência
NOVO AUXILIO
Presidente afirma Auxílio emergencial deve voltar em março, com parcelas de R$ 250
VACINAS POR MUNICÍPIOS
Confira quantas doses de vacina contra a Covid cada município está recebendo neste 5º lote em MS
Governo de Mato Grosso do Sul desmente boatos de redução de 20% nos salários dos servidores públicos  Foto: Redes sociais FAKE NEWS
Governo de MS desmente boatos de redução de 20% nos salários dos servidores públicos
AÇÕES DO GOVERNO MS
Investimento em saneamento ultrapassa os R$ 5 milhões em Mundo Novo
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo de MS congela pauta fiscal da gasolina e garante economia ao consumidor
Foto: Cyro Clemente - assessoria presidência da Casa AÇÕES DEPUTADO EDUARDO ROCHA
Eduardo Rocha compõe união de esforços para o não fechamento de Frigorífico em Coxim