Menu
BANNER IMPRESSORAS
quinta, 18 de agosto de 2022
SADER_FULL
Busca
AÇÕES DEPUTADO BARBOSINHA

Barbosinha é contra aumento de 13,53% em pedágio da BR-163 e diz que valor é abusivo

25 Mai 2022 - 16h11Por LUCIANA BONFIM / ASSESSORIA

O deputado estadual Barbosinha (PP-MS) se posicionou contrário ao aumento de 13,53% no valor do pedágio da BR-163. Em seu pronunciamento, na sessão desta quarta-feira (25), o parlamentar disse que o reajuste é abusivo, ao repercutir matéria do jornal Correio do Estado divulgando pedido da CCR MSVia a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para reajustar a tarifa de pedágio a partir do dia 10 de junho.

O percentual para o incremento é baseado no Índice de Reajuste Tarifário (IRT) que segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), acumulou 13,53%, de março do ano passado a abril deste ano.

Mesmo o reajuste sendo assegurado no termo aditivo de relicitação assinado em junho de 2021 o deputado considera que o novo valor, mais alto do que o praticado atualmente, não é justo para os motoristas que utilizam a estrada. Na contramão do que solicita a empresa, o deputado defende que haja uma redução no preço do pedágio.

“Durante todo esse tempo a Concessionária tem recebido um valor de tarifa cheia do pedágio sem ter feito todos os serviços propostos. Tão logo iniciou a cobrança apenas 20% haviam sido executadas, as obras de acessos, melhorias como viadutos e passarelas sequer foram construídas. Já não é justo com a população pagar pelo benefício que não existe, quanto mais ter esse valor reajustado”.

Barbosinha também defende que a União assuma a administração da rodovia. “Esperamos que o Governo Federal declare caducidade, permitindo que a União assuma a BR-163 sem ressarcir a Concessionária, medida legal apontada em um relatório interno feito pela ANTT”, defendeu.

Não é de hoje que o deputado faz duras críticas ao valor do pedágio na BR-163. Em 2019 Barbosinha defendeu e fez pressão política para tentar manter a Portaria da ANTT, com adesão de vários parlamentares à causa, pela redução da tarifa.  Na época os valores caíram 53,94%, medida que ficou válida por um curto período de horas após a Concessionária reverter judicialmente a decisão junto ao TRF1 (Tribunal Regional Federal da 1ª Região), emitida pela desembargadora Maria do Carmo Cardoso, que suspendeu a redução tarifária.

O pronunciamento do deputado foi somado aos demais deputados. Pedro Kemp (PT), Herculano Borges (Republicanos), Amarildo Cruz (PT) e Coronel David (PL) concordaram que o reajuste não deve ser aprovado pela ANTT já que a CCR MSVia não cumpriu o contrato e abandonou a obra de duplicação da BR-163. Todos defenderam que uma nova empresa assuma a administração do trajeto. 

Barbosinha disse que pretende cobrar uma posição contrária da ANTT quanto ao reajuste e conclamou a todos os parlamentares para se somar na defesa dos consumidores que utilizam a BR-163.

Leia Também

FOTO: ASSESSORIA CAMPANHA NA RUA
'Educação é uma bandeira que a gente carrega no peito', diz Walter Carneiro Júnior
CONCURSO OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Concurso com salário de até R$ 3,8 mil está com inscrições abertas em prefeitura de MS, FAÇA AQUI
ELEIÇÃO 2022
Um futuro de oportunidades: Riedel vai implantar o "Voucher Qualificação"
Eleições 2022: PSOL abre horário eleitoral em MS e Riedel terá o maior tempo no rádio e TV
FISCALIZAÇÃO NO ESTADO
AGEMS e ANTT discutem modelos de cooperação para ampliar fiscalização no Estado
AÇÕES DO GOVERNO MS
Governador participa da posse de Alexandre e reafirma importância do Estado Democrático de Direito
ELEIÇÃO 2022
Riedel e Tereza destacam importância da voz feminina durante evento com mais de mil mulheres
VEREADOR LAURINDO BARBA - CULTURAMA CULTURAMENSE NA TRIBUNA
Em defesa dos produtores, Barba pede caminhão pipa para deixar na Subprefeitura e atender Culturama
PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE
Empresa lança em MS iniciativa inédita de preservação de áreas de vegetação nativa
ELEIÇÃO 2022
Riedel e Tereza ouvem a voz feminina em MS