Menu
SADER_FULL
terça, 31 de março de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
POLONIO IMÓVEIS
AÇÕES DO GOVERNO DE MS

Aneel atende Reinaldo e suspende corte de energia elétrica para quem não conseguir pagar a conta

Aneel atende Reinaldo e suspende corte de energia elétrica para quem não conseguir pagar a conta

24 Mar 2020 - 21h59Por Paulo Fernandes - SUBCOM
Atendendo a um pedido de Reinaldo Azambuja e de outros governadores, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) suspendeu os cortes no fornecimento de energia elétrica motivados por falta de pagamento dos consumidores. A medida vale por 90 dias.
 
“Nós solicitamos à Aneel, que é a agência reguladora de energia elétrica no Brasil, falamos com o presidente Bolsonaro e agora à tarde teve uma reunião que decidiu: por 90 dias está proibido o corte de todas as residências. Para as outras categorias está recomendado discutir caso a caso, olhar a situação do contribuinte. Para a residencial está suspenso o corte atendendo um pleito nosso e de todos os governadores, vários fizeram esse pedido”, contou Reinaldo Azambuja.
 
O assunto havia sido discutido ainda na tarde desta terça-feira (24.3) pelo secretário Jaime Verruck (Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) em videoconferência entre secretários de Desenvolvimento e o Ministério das Minas e Energia. “Nas residências urbana e rural e atividades essenciais, ficando inadimplentes, não terão a suspensão do fornecimento. Era uma medida aguardada e uma medida importante. Mas lembrando: não deixe de pagar. O que está acontecendo é simplesmente que, aqueles que não conseguirem pagar, não terão o corte”, disse Verruck.
 
A Aneel também permitiu que as distribuidoras suspendam temporariamente o atendimento presencial ao público, como medida para preservar a saúde dos seus colaboradores e da população. De acordo com o secretário Jaime Verruck, a Enersul deve adotar essa medida, mantendo os atendimentos a distância.
 
Além disso, a agência reguladora autorizou a suspensão da entrega da fatura mensal impressa no endereço dos consumidores. O pagamento poderá ser feito por faturas eletrônicas ou código de barras disponibilizadas por meio de canais eletrônicos, site ou aplicativo.
 
As distribuidoras poderão ainda realizar leituras do consumo em intervalos diferentes do usual, ou mesmo que não realizem a leitura. Quando não houver leitura, o faturamento será feito com base na média aritmética do consumo nos últimos 12 meses. No entanto, o consumidor poderá informar a autoleitura do medidor, em alternativa ao faturamento pela média.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DEODÁPOLIS - NOVO DECRETO
Novo decreto proíbe roda de tereré e narguilé em Deodápolis
AÇÕES DO GOVERNO DO MS
Governo de MS amplia benefício às famílias carentes e orienta sobre cuidados em casa
CORONAVÍRUS NO MS
MS poderá usar cloroquina para tratamento de casos mais graves de Covid-19
FÁTIMA DO SUL - CORONAVÍRUS
Vicentina tem casos descartados, Fátima do Sul continua na lista e MS sobe 08 novos confirmados
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo aumenta Vale Renda para R$ 240 e garante alimentação dos alunos da Rede Estadual de Ensino
NO LIMITE
"A gente já chegou no limite", diz Bolsonaro sobre economia do país
CONTROVÉRSIAS
Bolsonaro desautoriza Mandetta, visita comércio de Brasília e forma aglomerações
GLÓRIA DE DOURADOS - LUTO
Gloriadouradense morre após atingir poste em Nova Andradina
CORONAVÍRUS NO BRASIL
Prefeito é internado na UTI, após piora em quadro de coronavírus
VICENTINA - CORONAVÍRUS
Vicentina tem 2º caso suspeito de coronavírus, o 1º foi descartado