Menu
SADER_FULL
sábado, 18 de janeiro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
BANNER BET
TORTURA

VÍDEO: casal que torturou filho adotivo diz que menino 'estava de birra' e 'se jogou no chão'

"Ele me mordeu, e eu mordi de volta para assustá-lo", disse a mãe adotiva

10 Dez 2019 - 14h58Por Topmidia News

O casal acusado de torturar e espancar o filho adotivo, de 8 anos, em Londrina, prestou depoimento nesta segunda-feira (9). O menino, de Mato Grosso do Sul, segue internado em estado grave e chegou ao Hospital Evangélico com vários hematomas.

Aos policiais, Israel e Sarah Zanoni, de 29 e 23 anos, respectivamente, alegaram que o menino foi espancado, pois “estava de birra“.

“Ele me mordeu, e eu mordi de volta para assustá-lo“, disse Sarah durante seu depoimento.

Além disso, ela contou que usou varinha e chinelo para bater no menino, que foi adotado pelo casal há cerca de dois meses. O menor foi levado ao hospital pelos próprios pais depois de ter várias convulsões.

Já no hospital, o Conselho Tutelar foi acionado e encaminhou o caso até a Polícia Militar. Na ocasião, os pais ainda tentaram alegar que a criança não estava bem de saúde e que as convulsões eram frequentes.

Depois da confirmação do espancamento, eles foram presos e vão responder por tentativa de homicídio qualificada e tortura, devido à gravidade dos ferimentos.

Eles tiveram a prisão em flagrante convertida em preventiva após audiência de custódia, segundo o jornal 24 Horas.

O advogado de defesa, Mário César de Carvalho Pinto, disse que vai revogar a prisão, já que os dois são réus primários, têm emprego e residência fixa. “Entendemos que houve um exagero, mas discordamos da tentativa de homicídio que a Polícia Civil alega”.

A prisão do casal tem validade de 90 dias, mas pode ser prorrogada.

Confira o vídeo do depoimento:

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESTRUPO A MENORES
'Monstro' que estuprava e filmava filha de 7 anos ainda era casado com enteada
MONSTRUOSIDADE
Menino de 3 anos é torturado com fio de celular pelo padrasto por quase 24h após fazer xixi na cama
MAL SUBITO
Em surto, mulher sai de motel e morre debaixo de caminhão na Capital
SEGURANÇA
Mato Grosso do Sul supera em 10 vezes média nacional de resolução de homicídios
CONFLITOS DE ÍNDIOS E PRODUTORES
Fazendeiro pagará R$ 150 mil por jogar agrotóxico em comunidade indígena de Caarapó
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
A pedido do Governo, Ministério da Justiça autoriza Força Nacional em Caarapó e Dourados até agosto
SELFIE DA MORTE
Jovem morre afogada após chamar amiga para tirar 'selfie' em cachoeira
A CASA CAIU
Mulher acha que marido morreu, busca detetive e descobre traição: 'Agora é ex'
SANGUE FRIO
Homem mata desafeto e continua vendendo picolé nas ruas da cidade
LA CATRINA
'Senhora da Morte', chefe do tráfico que ostentava armas de ouro nas redes, é morta