Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 25 de setembro de 2021
Busca
ACIDENTE FATAL

Trabalhador rural morre atropelado após atravessar rodovia para urinar

Motorista que causou o acidente, não tinha CNH

2 Ago 2021 - 14h00Por JD1

O trabalhador rural, Daniel Martines, de 48 anos, morreu na noite deste domingo (1º), na MS-180 em Iguatemi, que fica a 466 km de Campo Grande. Ele foi atropelado quando estava atravessando a rodovia para urinar.

Conforme o boletim de ocorrência, o acidente teria ocorrido por volta das 18h15 da noite deste domingo (1º), quado a vítima teria para que o motorista da camionete em que estava na companhia de mais duas pessoas parasse o carro, para que ele pudesse urinar.

Após parar, ele decidiu atravessar a rodovia, mas quando estava voltando acabou sendo atropelado por um veículo Gol, que tinha como ocupantes um casal, que estava indo buscar o filho no município. O motorista ficou no local até a chegada do socorro, mas Daniel não resistiu.

O motorista não tinha Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Ele acabou preso em flagrante e encaminhado para a delegacia. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Barco onde a vítima e o filho seguiam quando aconteceu o acidente. (Foto: Sidney Assis) - CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS TRAGÉDIA NO RIO
Mãe e filho que morreram em acidente não usavam coletes
CASTELO DE AREIA
Idoso casa com prostituta 35 anos mais nova e flagra com outro
DOENÇA DO SÉCULO
Servidor público é encontrado pendurado em árvore
CRIME A ESCLARECER
ASSASSINATO: Pedreiro é assassinado a tiros enquanto tomava tereré
TERROR EM SUPERMERCADO
Atirador mata uma pessoa, fere 12 e se suicida em supermercado
DETENTOS
Liberdade a partir do trabalho gera nova chance aos apenados e economia de milhões ao poder público
CONVOCAÇÃO
PM convoca 179 cabos para Curso de Formação de Sargentos e divulga lista de 51 aptos para concurso
ENGANAÇÃO
Vídeo: "Peixe de bosteiro", morador de rua engana população de Paranaíba
MAL SUBITO
Com carretinha carregada de feno, motociclista cai e morre em estrada de MS
PGE MS
Com 42 anos de existência, PGE segue representando o Estado com excelência