Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 30 de julho de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Saúde

Teste rápido de HIV será realizado pela 1ª vez em três municípios do interior de MS

19 Set 2014 - 16h19Por Mídia Max

O teste de fluido oral disponibilizado pelo SUS (Sistema Único de Saúde) por meio de 40 ONGs (Organizações Não Governamentais) distribuídas no Distrito Federal e outros 21 Estados, que trabalham com grupos prioritários, ou seja, pessoas que apresentam maior vulnerabilidade à infecção por HIV, será realizado pela primeira vez em Aquidauana, Corumbá e Dourados.

Segundo a presidente da ATMS (Associação das Travestis e Transexuais de Mato Grosso do Sul) Cris Stefanny, a testagem é oferecida, por meio do Projeto “Novas Tecnologias para Testagem Rápidas do HIV em Mato Grosso do Sul”, para homens que fazem sexo com homens, gays, profissionais do sexo, travestis, transexuais, pessoas que usam drogas, que são privadas de liberdade ou que vivem nas ruas, consideradas pessoas em situação de maior vulnerabilidade. 

A presidente da ATMS explicou que o projeto, considerado piloto, é importante para acompanhar o índice de crescimento de transmissão do HIV. Em Campo Grande, a testagem foi oferecida a 432 pessoas, no entanto, apenas 85 realizaram o exame, entre eles, 15 estavam infectados.

Cris Stefanny ressaltou que o teste do fluido oral é seguro e garante até 99 % de precisão do resultado. Uma das vantagens oferecidas é a que não há necessidade de estrutura laboratorial para realizar o exame. "As pessoas ainda se recusam a fazer o teste, não procuram as unidades de saúde e muitas preferem nem saber se têm a doença. Como esse é um exame rápido e não precisa de agulha, é mais fácil convencer a realizar o teste", explicou.

Apesar a confiabilidade do exame, quando alguma pessoa apresenta reagente positivo, é encaminhada para o CTA (Centro de Testagem e Aconselhamento), onde realiza outros procedimentos clínicos e recebe os acompanhamentos e assistências necessários.

De acordo com a psicóloga e coordenadora do projeto no Estado, Cristiane Duarte, a intenção é identificar a doença e conscientizar o paciente. “A ideia é que a pessoa reconheça a condição e se trate. Sabemos de muitos soropositivos que não buscam tratamento”, contou.

As testagens, nos três municípios citados, terão início em outubro, no entanto, a data ainda não foi definida. "Queremos primeiro comunicar as secretarias, instituições que trabalham com essas questões e buscar apoio para que possamos atingir um número maior de pessoas, mas independente disso, faremos nosso trabalho", enfatizou a presidente da ATMS.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GUARDIÃO DO VALE DO IVINHEMA
Polícia Militar faz a entrega de mais de 500 cobertores no Vale do Ivinhema
FÁTIMA DO SUL - TRISTE NOTÍCIA
Corpo da jovem Emily que perdeu a vida em acidente será velado e sepultada em Fátima do Sul
A CASA CAIU
Mulheres se unem e surram "valentão" flagrado agredindo ex no meio da rua
EXECUÇÃO
Casal é morto com 35 tiros na fronteira do Paraguai e pistoleiros deixam bilhete: 'Favor não roubar'
Governador Reinaldo Azambuja destacou viés social do programa Ilumina Pantanal (foto: Edemir Rodrigues) AÇÕES DO GOVERNO DE MS
MS é referência nacional em energia renovável, diz ministro de Minas e Energia
CRUELDADE
Soldado morto em espancamento brutal e deixa três filhos pequenos
TENTATIVA DE ASSASSINATO
Jovem é surpreendido a tiros em frente à porteira de propriedade rural em MS
IMPRUDÊNCIA
Adolescente de 13 anos morre ao ser atropelado e revolta moradores de Dourados
FOTO: DIRETO DAS RUAS / PONTA PORÃ INFORMA CRIME
Casal é executado enquanto comemorava aniversário
MAIS SEGURANÇA NO MS
Governador anuncia mais 200 viaturas para polícias de MS; 'sensação de segurança', dizem policiais