Menu
SADER_FULL
sábado, 28 de novembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
UNIGRAN DOURADOS
alerta de greve na polícia

Sem negociações, policiais civis podem entrar em greve dia 2 em MS

25 Mar 2014 - 07h22Por Dourados Agora

Policiais civis de Mato Grosso do Sul podem entrar em greve a partir do dia 2 abril, caso o governo do estado não atenda reivindicações por melhores condições de trabalho da categoria no Estado. A última paralisação ocorreu em maio do ano passado.

"O indicativo de greve já foi aprovado em assembleia. Agora, no próximo sábado, dia 29, vamos nos reunir em Campo Grande para decidir se vamos ou não deflagrar a paralisação", diz o vice-presidente do Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol/MS), Roberto Simião de Souza.

Hoje pela manhã, o Sindicato deu início, na Capital, a uma série de ações e manifestações que vão ser realizadas no decorrer desta semana em delegacias do Estado.

A categoria se diz cansada com o descaso das autoridades, da falta de investimento, de escalas abusivas para os policiais, viaturas sucateadas, falta de equipamentos, das delegacias superlotadas de presos e, principalmente, pela morte de quatro policiais civis nos últimos 90 dias.

"Nossa luta não é por reajuste salarial, pois já conquistamos, mas sim por melhores condições de trabalho", explica Roberto Simião, que é policial civil em Dourados.

Segundo o presidente do sindicato, Alexandre Barbosa, não dá mais para esperar que o Governo do Estado se posicione. “São 7 anos de governo, e todas os anos precisamos protestar por melhorias. Nesse tempo todo, as autoridades sabem da realidade, mas não nos apresentam nenhum plano com melhorias ou investimento. Os últimos investimentos são verbas federais, mas até agora não vimos verbas do Estado entrarem”, reclama o presidente.

Segundo o Sindicato, no Estado o déficit de policiais é de aproximadamente 1.100 servidores, e o concurso em andamento prevê a contratação de apenas 48 escrivães e 175 investigadores, um total de 223 policias civis para todo o Estado.

O Sindicato também questiona a realidade da maioria das delegacias do Estado: prédios literalmente caindo aos pedaços, viaturas com problemas de mecânica, escalas dos policiais comparadas ao trabalho escravo, policiais civis custodiando presos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FESTONA NA PANDEMIA
Guarda Municipal acaba com 'festona' em flagrante com 119 adolescentes em MS
SEGURANÇA NO FIM DE ANO
Segurança no Estado durante as festas de fim de ano terá mais de 2 mil policiais nas ruas em MS
NOTÍCIA TRISTE
NÃO DEU TEMPO: 'Ceará' morre na véspera de encontro com os filhos que não via há 23 anos
FORÇA TÁTICA DE FÁTIMA DO SUL
Força Tática de Fátima do Sul apreende mais de 100 quilos de maconha
TRAGEDIA NA RODOVIA
Acidente entre ônibus e caminhão matou 41 pessoas
TRAGÉDIA NAS ESTRADAS
Mãe e Bebê de dois meses morrem após carro bater em coqueiro em Bonito (MS)
DISPARO ACIDENTAL
Quando colhia castanhas, Índia de 14 anos é morta com tiro disparado pelo próprio marido
COISA DE FILME DE TERROR
Vizinhos de massagista estão em choque com crueldade do crime em cidade do MS
TRAGEDIA NA RODOVIA
Violento acidente entre ônibus e caminhão em rodovia provoca 22 mortes
BARBÁRIE
Chargista é esquartejado e corpo colocado em malas