Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 2 de dezembro de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
protesto

Revoltados com leis que têm fechado bares, artistas e empresários preparam protesto

17 Fev 2014 - 14h20Por Mídia Max

Artistas e donos de bares de Campo Grande farão protesto em frente da Câmara na tarde desta quinta-feira (20). Encabeçada pelo promotor de evento e dono de bar, Marcos Yule, o movimento exige revisão na lei municipal do Uso e Ocupação do Solo e na Lei do Silêncio, que vêm sendo motivo de fechamento de diversos bares da Capital.

“Através destas leis querem fechar os bares por conta da música ao vivo. A prefeitura disse que todos os bares da cidade estão irregulares e podem ser fechados. Estamos com medo de registrar funcionário. Só queremos trabalhar”, frisa Yule.

Cidade fantasma

Segundo o organizador da manifestação, a população está cansada da “burocracia e moralidade da prefeitura”. O bar Miça foi fechado no ano passado por problemas com as leis. “O fechamento destes bares afeta a economia, causa desemprego. É uma falta de respeito com a profissão. Estão acabando com a cultura, daqui a pouco estaremos vivendo em uma cidade fantasma”, diz.

Volta dos grandes eventos

Yule pede a volta da Expogrande, de grandes eventos musicais na cidade. “Os artistas revelados aqui não podem voltar para tocar aqui porque não tem um espaço para eles tocarem”, conta, revelando que a dupla Munhoz & Mariano vai gravar DVD no interior de São Paulo em vez de Campo Grande, por causa do problema.

Repercussão no Facebook

Marcos Yule publicou postagem em seu Facebook no sábado (15) relatando a situação e citando perseguição do Ministério Público Estadual e da Prefeitura de Campo Grande. A postagem teve quase 200 curtidas e foi compartilhada por 25 pessoas e depois disso o assunto ganhou repercussão na rede social, com postagens de diversos artistas, com a hashtag #queremcalarcampogrande .

Veja o evento do protesto e abaixo, na íntegra, a postagem de Marcos Yule

O ministério público estadual e a prefeitura de Campo Grande estão literalmente acabando com a cultura e a noite de nossa cidade !!! Fechando bares , lanchonetes , casas de show !!

Eu estou com vergonha dessa palhaçada !!!! Governantes , acordem pra realidade , de que lado vcs estão ???? Vão perseguir bandidos , vão cuidar das pessoas que estão morrendo nos hospitais a espera de tratamento ! Onde já se viu , impedir uma pessoa de trabalhar , de gerar emprego , de movimentar a economia da cidade , abrir espaço pra músicos mostrarem o seu talento !!! Música não é poluição , música é cultura !!! As pessoas estão trabalhando pra levar o sustento pra dentro de cAsa , pra pagar o salário de vcs que não é pouco !!!! O ministério público acata denúncias e reclamações de quem "NAO quer " algo !! E de quem "quer" ??? Vcs escutam as pessoas que "querem?" !!!uns escolhem ser médicos , outros escolhem ser mecânicos , faxineira e etc... Eu escolhi trabalhar com música e entretenimento , poderia ter escolhido coisas ilícitas , mas não, escolhi trabalhar !!! Então porque vcs tem o direito de trabalhar e nós não temos ?? Imagine se vc quisesse trabalhar e não te deixassem .... Se te multassem e te processassem cada vez que vc fosse trabalhar dignamente !!

Outro lado

Até o fechamento da matéria, a reportagem não obteve resposta da Prefeitura de Campo Grande.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem mata mulher em boate e depois morre carbonizado em acidente
EXECUÇÃO
Noite de terror deixa um homem morto, mulher e criança baleadas
TENTATIVA DE SUICÍDIO
Mulher perde guarda dos filhos e tenta se jogar de viaduto
MORTA NA CAMA
Esteticista é esfaqueada dois dias após 'casar'; Polícia investiga o marido
BRASIL - 173.229 MORTES
Casos e mortes por coronavírus no Brasil: 1° de dezembro, segundo consórcio de veículos de imprensa
IRREGULARIDADES
Seis postos de combustíveis abastecem menos do que o informado na bomba em MS
VIOLÊNCIA NO TRÂNSITO
Em menos de 06 horas duas pessoas perdem a vida em acidentes de trânsito em Rio Brilhante
refens TERROR NA AGÊNCIA
Quadrilha sitia Centro de Criciúma e faz reféns em assalto a banco
Suspeito foi preso no assentamento onde morava com as vítimas. (Foto: Polícia Civil) CASO DE POLÍCIA
Homem estuprava as filhas de 11 e 14 anos e contava com o apoio da mãe em MS
SOB INVESTIGAÇÃO
Homem é encontrado morto dentro de banheiro de apartamento em Dourados