Menu
SADER_FULL
sexta, 5 de março de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
DEEP CAUGTH

Professor de Direito é preso em operação contra a pedofilia na internet em MS

Quatro pessoas foram presas ontem (29), durante a Operação Deep Caugth que combate o abuso e a exploração sexual de crianças a adolescentes na internet.

30 Out 2020 - 08h30Por Campo Grande News

Quatro pessoas foram presas hoje (29), durante a Operação Deep Caugth que combate o abuso e a exploração sexual de crianças a adolescentes na internet.

A ação aconteceu em Campo Grande e entre os presos está um homem de 35 anos, que é policial militar, e atua como advogado de forma ilegal, e até daria aulas de Direito em uma universidade da capital.

Segundo o Campo Grande News, a prisão aconteceu no bairro Bom Jardim, e com ele, foram apreendidos material pornográfico e uma arma de fogo sem registro.

Apesar de ser PM, ele está afastado das funções na Corporação para tratar de interesse pessoal.

A irregularidade quanto ao fato dele atuar como advogado, se deve ao fato de que, tanto para a Polícia Militar, quanto para a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), o homem só poderia advogar se fosse policial da reserva, isto é, aposentado.

Uma das suspeitas é que ele tenha feito a carteira da Ordem dos Advogados sem informar que é servidor público da segurança. A seção de Mato Grosso do Sul da OAB informou que vai analisar a situação do advogado, que tem registro profissional emitido recentemente, conforme o número.

Ainda conforme o site, no portal da transparência, a informação é que ele recebeu os salários do governo normalmente até o ano passado. O tipo de licença tirada por ele normalmente é sem remuneração.

Outros presos

Também foram presos na Deep Caugth um sargento do Exército de 37 anos, no Lar do Trabalhador, um empresário também de 37 anos, no Vilas Boas, e um auxiliar contábil, de 34 anos, no São Francisco. O empresário também estava em posse de arma de fogo, de calibre 38, sem registro, como informado.

A ação foi desenvolvida pela Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente). Foram seis meses de investigação até que a operação fosse desencadeada.

Os investigadores chegaram aos alvos durante rondas cotidianas na deep web, como é chamada a parte obscura da internet.

Foram apreendidos 202 gigas de materiais pornográficos com os presos. O conteúdo será encaminhado para a perícia para instruir o inquérito. As prisões foram em flagrante.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIOLENCIA DOMESTICA
Vítima de violência doméstica escreve bilhete com pedido SOS em agência bancária: 'Ele tá ai fora'
LUTO POR 3 DIAS
Governador decreta luto oficial de três dias pela morte do coronel Adib Massad
ACIDENTE GRAVE
Vídeo mostra momento da colisão entre veículos em Dourados
CONFIRA SUA TRAJETÓRIA
Governador lamenta morte de Adib Massad, confira toda sua trajetória do 'Águia da Fronteira'
DEODÁPOLIS - BARCO RECUPERADO
Em ação conjunta da Polícia Militar e Civil recuperam barco furtado em sítio de Deodápolis
EXECUÇÃO NA MADRUGADA
Dona de bar é degolada e corpo encontrado nos fundos do estabelecimento
Foto: Mariana Anjos - Assessoria deputado Eduardo Rocha AÇÕES DEPUTADO EDUARDO ROCHA
Deputado Eduardo Rocha recebe autoridades de São Gabriel do Oeste e debatem sobre emendas
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Filho de fazendeiro reclama de dor anal e mãe descobre estupro cometido por funcionário
FRONTEIRA VIOLENTA
Policial morreu durante invasão e ataque de seis a delegacia na fronteira de MS
ACIDENTE DE TRANSITO
Colisão frontal entre carreta e carro deixa motorista preso as ferragens em Itaporã (Fotos)