Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 26 de novembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CIA DO BICHO
segurança em MS

PRF terá 1,2 mil novos agentes, mas apenas dez atuarão em Mato Grosso do Sul

3 Abr 2014 - 17h22Por Correio do Estado

Daqui um mês, o país ganhará 1.200 novos policiais rodoviários federais (PRF), que concluirão o Curso de Formação Profissional (CFP), iniciado em fevereiro, em Florianópolis, Santa Catarina. A notícia é boa, mas não dá para se animar muito por aqui. É que esse efetivo será distribuído pelo país e Mato Grosso do Sul ficará com apenas 10 novos agentes, ou seja, menos de 1%.

O Movimento Mães da Fronteira, criado pelas mães dos universitários Breno e Leonardo, enviou um ofício para Brasília solicitando uma Audiência Pública para solicitar esclarecimentos. Segundo a 1ª secretária da associação, Andrea Muller, a situação é um descaso. “Isso é um absurdo. Esses homens estão vindo para o estado que é o maior corredor do tráfico de drogas no país. Vários postos da PRF aqui no estado estão fechado por falta de efetivo, não podemos aceitar esse descaso”.

Atualmente, a PRF tem um efetivo de 449 homens, que aumentará para 459 em junho, quando chegará o 'reforço'.

Questionado pela reportagem sobre os critérios para a designação desses agentes, o superintendente regional da PRF em Mato Grosso do Sul, Ciro Vieira Ferreira, disse que foi informado sobre o número em uma reunião em Brasília. “Os critérios são desenvolvidos por técnicos da sede do departamento, em Brasília. Baseado nesses critérios eles distribuem as vagas nacionalmente, para corrigir as distorções do efetivo. Nesse formato, foram designadas 10 vagas para MS”, informou.

Não é suficiente
O superintendente, porém, disse que o efetivo ainda não é o ideal. “Para nós, pelo trabalho que é feito aqui, o efetivo está aquém do bom, do que seria bom para nós, mas essa é a situação, temos que nos sujeitar às determinações”, pontuou Ciro.

Copa do Mundo
A inauguração do Centro de Formação de agentes da PRF em Santa Catarina faz parte do plano de segurança do governo para a Copa do Mundo, segundo anunciado pelo ministro no início do mês passado. Como Mato Grosso do Sul não é sede de jogos da competição, a prioridade do governo é reforçar o policiamento em locais que terão a movimentação de turistas com as disputas do mundial.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA NAS ESTRADAS
Mãe e Bebê de dois meses morrem após carro bater em coqueiro em Bonito (MS)
DISPARO ACIDENTAL
Quando colhia castanhas, Índia de 14 anos é morta com tiro disparado pelo próprio marido
COISA DE FILME DE TERROR
Vizinhos de massagista estão em choque com crueldade do crime em cidade do MS
TRAGEDIA NA RODOVIA
Violento acidente entre ônibus e caminhão em rodovia provoca 22 mortes
BARBÁRIE
Chargista é esquartejado e corpo colocado em malas
GOLPE
Pai e filha são vítimas de golpe em Dourados e perdem R$ 8,5 mil
VICENTINA - ACIDENTE
Freios falham e Fiat Strada bate em árvore e quase atinge banca de frutas em Vicentina
AFOGAMENTO
Corpos de adolescentes desaparecidos são encontrados em 'piscinão'
CHACINA
Mulher, marido, filho e amigo são executados em chacina na saída de garimpo
ESTUPRO
Homem é acusado de estuprar cunhada durante festa de família em MS