Menu
SADER_FULL
terça, 24 de novembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CIA DO BICHO
japorã

Prefeito denuncia que índios comem cachorro para não abater gado em terras ocupadas

31 Out 2013 - 13h00

Em visita a Campo Grande, o prefeito de Japorã, Vanderlei Bispo (PT), denunciou aos deputados estaduais em sessão desta quinta-feira (31) na Assembleia Legislativa, que os índios de sua região têm se alimentado de cachorros, para não abater gados de propriedades rurais que estão ocupadas.

“Em Japorã não ocorre violência nas ocupações como dizem. Não ocorre roubos. Pasmem, eu vi indígenas abatendo cachorros para se alimentar e não abater o gado do produtor. Os índios não querem conflitos, eles querem um lugar que possam cultivar, trabalhar e criar suas famílias”, afirmou.

Segundo o prefeito em apenas uma fazenda que está ocupada houve o abate ilegal de 10 cabeças de gado por pessoas que não participavam da ocupação e sem o consentimento dos indígenas que lá estavam.

“E olha que neste local tem cinco mil indígenas cercados de gado. Até ontem, por volta do meio dia que eu estive lá andando pelas aldeias, não há nenhum registro de refém ou violência nos locais ocupados”, destacou Bispo.

O prefeito de Japorã compartilha da ideia de solução para os conflitos pela terra que é o ressarcimento aos produtores que tiverem as propriedades doadas aos indígenas. “Se qualquer proprietário ouvir os indígenas, eles precisam da terra e o fazendeiro precisa do dinheiro. Não estamos dando a terra somente por questão indigenista, mas sim por questão de vida”, alegou.

O petista ainda criticou o Governo Federal. “A mesma União que deu o título de propriedade é a mesma que agora fala que é indígena. Lá em Japorã os índios só pedem 7 mil hectares. Tem uma propriedade que a prefeitura fez um convênio e preparou a terra para eles plantaram e a Funai entraria com as sementes, mas até hoje nenhuma semente chegou lá. Tudo para o índio é mais difícil”, argumentou.

Para exemplificar, o prefeito concluiu sua fala explicando que o Goveno Federal tem exigido o documento Dapi, que comprova ser produtor rural para os índios e já não exige mais aos produtores rurais assentados pelo Incra-MS.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VICENTINA - ACIDENTE
Freios falham e Fiat Strada bate em árvore e quase atinge banca de frutas em Vicentina
AFOGAMENTO
Corpos de adolescentes desaparecidos são encontrados em 'piscinão'
CHACINA
Mulher, marido, filho e amigo são executados em chacina na saída de garimpo
ESTUPRO
Homem é acusado de estuprar cunhada durante festa de família em MS
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governador entrega novo quartel do Corpo de Bombeiros e visita obras de pavimentação asfáltica
BRIGA DE CASAL
Durante briga com mulher, homem fica ferido a facadas em frente de hotel em Dourados
LIGAÇÃO FATAL
Mulher dirige falando no celular, capota carro e morre
ASSASSINATO
Policia persegue e apreende menor que matou líder do PC do B em assentamento
TRISTEZA NA FAMILIA
Menino de 4 anos morre após quebrar o pescoço durante brincadeira
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Unidades de resgate entregues aos bombeiros são as mais modernas do Brasil, afirmam militares