Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 25 de novembro de 2020
SADER_FULL
Busca
ZANZI
violência sem fim

PMs são presos após arrastar vítima de bala perdida na rua

17 Mar 2014 - 13h32Por Folha

A Polícia Militar do Rio determinou nesta segunda-feira (17) a prisão de três policiais apontados como responsáveis por arrastar por 250 metros a auxiliar de serviços gerais Cláudia Silva Ferreira, 38, que, baleada, ficou pendurada na traseira do carro policial após ser socorrida e levada para o hospital.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, Cláudia Ferreira já chegou morta à unidade. Os policiais são do 9º BPM (Rocha Miranda).

Mãe de quatro filhos, casada com um vigilante, Cláudia saiu de casa, na manhã de domingo (16), para comprar pão. No caminho até a padaria, ela foi surpreendida por uma troca de tiros entre policiais e traficantes da comunidade onde morava, o morro da Congonha, em Madureira.

"Trataram ela como um bicho. Nem o pior traficante do mundo deveria ser tratado assim", disse o vigia Alexandre da Silva, 41, marido de Claudia Ferreira.

A Polícia Militar informou que a mulher foi encontrada baleada. Ela levou um tiro no pescoço e outro nas costas. Dois subtenentes e um soldado resgataram a mulher na rua Joana Resende e a colocaram dentro do porta-malas do carro policial. No caminho para o hospital Carlos Chagas, o porta-malas abriu e o corpo da mulher foi arrastado. Segundo nota da própria PM, "causando mais ferimentos à vítima".

  Reprodução/Extraonline  
Carro da PM arrasta mulher que foi vítima de bala perdida; policiais foram presos
Carro da PM arrasta mulher que foi vítima de bala perdida; policiais foram presos

Pedestres e motoristas alertaram os policiais que só pararam o veículo em um semáforo. Uma perícia foi feita no veículo pelo Centro de Criminalística da PM. O caso está sendo investigado pela 29ª DP (Madureira) e pela Corregedoria da PM.

Em nota, o comando da Polícia Militar esclareceu "que este tipo de conduta não condiz com um dos principais valores da corporação, que é a preservação da vida e dignidade humana".

Após a morte da moradora, uma manifestação foi realizada na região e chegou a fechar as duas pistas da avenida Ministro Edgar Romero, em Madureira.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DISPARO ACIDENTAL
Quando colhia castanhas, Índia de 14 anos é morta com tiro disparado pelo próprio marido
COISA DE FILME DE TERROR
Vizinhos de massagista estão em choque com crueldade do crime em cidade do MS
TRAGEDIA NA RODOVIA
Violento acidente entre ônibus e caminhão em rodovia provoca 22 mortes
BARBÁRIE
Chargista é esquartejado e corpo colocado em malas
GOLPE
Pai e filha são vítimas de golpe em Dourados e perdem R$ 8,5 mil
VICENTINA - ACIDENTE
Freios falham e Fiat Strada bate em árvore e quase atinge banca de frutas em Vicentina
AFOGAMENTO
Corpos de adolescentes desaparecidos são encontrados em 'piscinão'
CHACINA
Mulher, marido, filho e amigo são executados em chacina na saída de garimpo
ESTUPRO
Homem é acusado de estuprar cunhada durante festa de família em MS
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governador entrega novo quartel do Corpo de Bombeiros e visita obras de pavimentação asfáltica