Menu
SADER_FULL
quarta, 25 de novembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
BANNER ALVORADA
Operação Semana Santa

PMA autua 18 e aplica R$ 165,6 mil em multas durante operação em MS

22 Abr 2014 - 08h30Por Dourados Agora

A Polícia Militar Ambiental encerrou hoje a Operação Semana Santa. As ações tiveram início na terça-feira da semana passada, contando com efetivo de 300 homens. Devido ao feriado prolongado, que teve um dia a mais pela coincidência com o feriado de Tiradentes, o foco da fiscalização foi prevenir a pesca predatória, em virtude do número de turistas aumentar significativamente nos rios neste período.

Foram também desenvolvidas barreiras e combate ao desmatamento, poluição, extração ilegal de madeira, carvoarias irregulares e outros crimes ambientais contra a flora e fauna, com visitas às propriedades rurais. Equipes da sede (Campo Grande) trabalharam itinerantes, em fiscalização no rio Paraguai, Apa, Aquidauana, Miranda, Piquiri, Correntes, Taquari e Coxim, bem como por terra fiscalizando todos os tipos de crimes e infrações ambientais.

A intensificação da fiscalização contra a pesca predatória demonstrou que realmente precisava ter sido o foco, pois foram 14 ocorrências relativas a pesca, entre as 18 autuações por infração ambiental. Dessas, oito pessoas foram presas por pesca predatória e seis foram autuadas por pescar sem licença. As demais ocorrências foram: uma por transporte ilegal de combustível, uma por poluição (curtume), uma por transporte ilegal de madeira e uma de incêndio (queima de leiras sem autorização). Ainda houve uma ocorrência de natureza não ambiental, que foi a apreensão de cigarros por contrabando.

Os números de autuados foram semelhantes a operação passada (18 e 17 na passada). Ambas foram quase um terço da operação de 2012, porém, aquela operação foi atípica com relação a todas as outras, desde o ano de 2005. Naquela foram 47 autuados em 2012, devido ao número elevado de autuados por falta de licença de pesca (15) e houve uma autuação de 14 turistas em um ônibus em uma única ocorrência de pesca predatória.

A quantidade de pescado apreendida foi quase cinco vezes maior do que na operação passada. Foram 349 quilos contra 76 quilos da operação passada, porém, em 2013, foi a operação em que se apreendeu a menor quantidade de peixes, desde o ano de 2005. Este ano, o número foi semelhante a operação de 2012, quando foram apreendidos 362 quilos.

Com relação aos petrechos de pesca proibidos, a quantidade de redes foi três vezes menor. 29, contra 89 da operação passada. Ocorre que na operação passada a apreensão deste petrecho foi destaque, pois os policiais retiraram redes que mediram quase 6 quilômetros do lago da Usina Sérgio Motta, no rio Paraná. Os demais petrechos, as apreensões foram dentro do esperado.

As multas aplicadas nesta operação foram oito vezes maiores à operação anterior. R$ 165.596,00, contra R$ 20.700,00. Os tipos de ocorrências como poluição, incêndio e transporte ilegal de produto perigoso, que preveem multas mais altas explicam essa diferença, inclusive, com relação a operação de 2012, que com 47 autuados somou um valor de multa de R$ 69.740,00.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COISA DE FILME DE TERROR
Vizinhos de massagista estão em choque com crueldade do crime em cidade do MS
TRAGEDIA NA RODOVIA
Violento acidente entre ônibus e caminhão em rodovia provoca 22 mortes
BARBÁRIE
Chargista é esquartejado e corpo colocado em malas
GOLPE
Pai e filha são vítimas de golpe em Dourados e perdem R$ 8,5 mil
VICENTINA - ACIDENTE
Freios falham e Fiat Strada bate em árvore e quase atinge banca de frutas em Vicentina
AFOGAMENTO
Corpos de adolescentes desaparecidos são encontrados em 'piscinão'
CHACINA
Mulher, marido, filho e amigo são executados em chacina na saída de garimpo
ESTUPRO
Homem é acusado de estuprar cunhada durante festa de família em MS
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governador entrega novo quartel do Corpo de Bombeiros e visita obras de pavimentação asfáltica
BRIGA DE CASAL
Durante briga com mulher, homem fica ferido a facadas em frente de hotel em Dourados