Menu
SADER_FULL
quarta, 5 de agosto de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
BANNER ECO TOUR
Mundo Novo

PM prende homem dentro do fórum em Mundo Novo

5 Nov 2013 - 13h42Por Fátima News

Policiais Militares lotados no Terceiro Pelotão de Mundo Novo, realizaram na tarde de segunda-feira (04), dentro das dependências do Fórum da Comarca local, a prisão de um operador de máquinas agrícolas de 47 anos, devido a prática de tráfico de drogas.

Há cerca de dois meses, a esposa, o enteado e um amigo do detido foram presos devido envolvimento no tráfico de mais 160 quilos de maconha, que estavam acondicionados no compartimento de cargas de uma carreta, estacionada no pátio de uma borracharia situada nas proximidades da fronteira com o Paraguai.

A operação que levou o trio para a cadeia, foi desencadeada pela Polícia Civil de Mundo Novo e contou o com o apoio da Polícia Militar.

Investigações apontaram que o narcótico seria levado para Rondônia em meio a uma carga de tinta. A Polícia descobriu também que o homem agora preso, estava envolvido diretamente no delito. Ele tinha ido até o fórum para prestar depoimento, na condição de testemunha de seus familiares.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo de MS reforça estrutura das polícias para combater criminalidade
TRAGEDIA NA RODOVIA
Familia se despede de parentes mortos em acidente na BR-277
NA CASA DELE
Tio estupra criança de 4 anos e dá chocolate para ela não contar
FATIMA DO SUL - ROUBO
Polícia Militar recupera veículo Fiat Palio furtado e autor de furto é preso em Fátima do Sul
FORA DO HABITAT
Garotos tentam comprar ‘ração’ para jacarezinho, mas abandonam ‘pet’ selvagem em MS
ACIDENTE FATAL
Acidente deixa 9 feridos; 3 crianças estão entre as vítimas em MS
VIOLENCIA DOMESTICA
Esposa se nega a manter relações sexuais e acaba espancada e mantida em cárcere por 6 dias em MS
ACIDENTE TRÁGICO
Vitimas do acidente na BR 177 são identificadas: 3 são da mesma familia
ASSASSINATO
Mulher é encontrada morta e sem roupa; ex-marido é procurado
CORRUPÇÃO NA SAUDE
MP aponta 'vergonhosa fraude' e aciona prefeito a devolver R$ 4,136 milhões